Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Negócios Corporativos

- Publicada em 03h11min, 30/09/2019. Atualizada em 03h00min, 30/09/2019.

Plano de recuperação da Artecola é aprovado

O plano de recuperação judicial da Artecola foi aprovado pela maioria dos credores na sexta-feira (27), durante assembleia geral realizada em Novo Hamburgo. Participaram da Assembleia 320 credores envolvidos no processo, que totaliza R$ 820 milhões em dívidas. A empresa faz parte da holding FXK Administração e Participações, com sede em Novo Hamburgo, e continua em atividade enquanto a recuperação está em andamento.
O plano de recuperação judicial da Artecola foi aprovado pela maioria dos credores na sexta-feira (27), durante assembleia geral realizada em Novo Hamburgo. Participaram da Assembleia 320 credores envolvidos no processo, que totaliza R$ 820 milhões em dívidas. A empresa faz parte da holding FXK Administração e Participações, com sede em Novo Hamburgo, e continua em atividade enquanto a recuperação está em andamento.
"Tivemos um período de avaliações e maturação da proposta, sempre atendendo às partes envolvidas e destacando nossa disposição em saldar as dívidas. A aprovação reforça o que dizíamos desde o início: nosso objetivo era proteger o negócio químico, que é a origem de nossa empresa, um negócio saudável, capaz de produzir resultados positivos a todas as partes interessadas e seguir gerando valor", diz o presidente-executivo da empresa, Eduardo Kunst.
O plano aprovado prevê o pagamento negociado de todos os credores, definindo prioridades e estabelecendo prazos e formas de liquidação. "Nesse processo, tivemos a parceria dos credores, que percebem a importância e o potencial do negócio em atividade para a geração de riquezas, emprego e renda", afirma Kunst. "Além disso, seguimos um projeto de reestruturação para nos tornarmos mais ágeis e eficientes em nosso propósito de oferecer soluções diferenciadas, promover desenvolvimento sustentável e facilitar a vida do cliente."
Com mais de 70 anos, a Artecola é uma das maiores operações da indústria química do Estado. Em 2017, tornou-se a empresa mais internacionalizada do Brasil entre aquelas com faturamento anual de até R$ 1 bilhão, com atividades no México, no Chile, na Argentina e no Peru.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO