Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Varejo

- Publicada em 21h44min, 16/09/2019. Atualizada em 21h44min, 16/09/2019.

Semana Farroupilha movimenta lojas tradicionalistas

Lojas de artigos tradicionalistas 
Na foto: Loja Tchê Casa do Gaúcho

Lojas de artigos tradicionalistas Na foto: Loja Tchê Casa do Gaúcho


/MARCO QUINTANA/JC
Carlos Villela
Todo mundo quer ficar com a indumentária em dia no mês de setembro, o mais importante para a cultura do Rio Grande do Sul, é também o de maior movimento nas lojas de produtos tradicionalistas. A procura é grande e vai desde roupas típicas até itens como espetos, cuias e pelegos. De acordo com Gabriela Lodi, da loja Tchê Casa do Gaúcho, no centro de Porto Alegre, a Semana Farroupilha é como se fosse Natal para o setor. Segundo ela, as vendas deste ano estão um pouco menores em relação ao ano passado, mas sem terem passado por uma queda drástica. Gabriela explica que por ser o mês com maior volume de vendas, também é quando a empresa se organiza para o resto do ano. A loja, com atuação no mercado há 32 anos, é uma das referências do setor na cidade. Tanto que o figurino da minissérie A Casa das Sete Mulheres, exibida em 2003 e filmada no Rio Grande do Sul, foi adquirido na loja, recorda a proprietária Rosângela Azevedo.
Todo mundo quer ficar com a indumentária em dia no mês de setembro, o mais importante para a cultura do Rio Grande do Sul, é também o de maior movimento nas lojas de produtos tradicionalistas. A procura é grande e vai desde roupas típicas até itens como espetos, cuias e pelegos. De acordo com Gabriela Lodi, da loja Tchê Casa do Gaúcho, no centro de Porto Alegre, a Semana Farroupilha é como se fosse Natal para o setor. Segundo ela, as vendas deste ano estão um pouco menores em relação ao ano passado, mas sem terem passado por uma queda drástica. Gabriela explica que por ser o mês com maior volume de vendas, também é quando a empresa se organiza para o resto do ano. A loja, com atuação no mercado há 32 anos, é uma das referências do setor na cidade. Tanto que o figurino da minissérie A Casa das Sete Mulheres, exibida em 2003 e filmada no Rio Grande do Sul, foi adquirido na loja, recorda a proprietária Rosângela Azevedo.
Também especializada em artigos ligados à cultura gaúcha, a Casa do Peão comemora o período movimentado. De acordo com o proprietário, Arnaldo Cesar Gomes de Souza, a loja vem com dias cheios nas semanas antecedentes ao Acampamento. "Mas a maioria do pessoal deixa para última hora, até em função de dinheiro e salário, e acaba ficando tudo para cima do laço", explica Souza. Um dia de destaque foi o 6 de setembro, que uniu véspera de feriado e salário no bolso.
Notícias sobre economia são importantes para você?
De acordo com Gabriela, da Tchê, as vendas deste ano têm como carro-chefe a pilcha infantil, especialmente vestidos de prenda - a maior parte fabricação própria. "Nessa época as escolas participam da Semana Farroupilha e isso faz com que o movimento aumente", diz ela. Souza também percebe essa tendência da valorização da cultura em escolas. "Elas fazem a semana do gaúcho, pedem para todos os alunos que puderem ir pilchadinhos. Promovem roda de chimarrão e até churrasco", afirma.
Para auxiliar o público a localizar esses produtos, o Sindilojas Porto Alegre lançou o Mapa Gaudério, guia que mostra onde estão as lojas especializadas e que pode ser acessado no site da entidade. Com o slogan "Nossa cultura inspira o comércio", o Sindilojas também disponibilizou cartazes e peças digitais temáticas para fortalecer a campanha e as vendas do setor.
Comentários CORRIGIR TEXTO