Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de setembro de 2019.
Dia do Repórter Fotográfico. Feriado nos EUA - Dia do Trabalho.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

negócios corporativos

Edição impressa de 02/09/2019. Alterada em 02/09 às 03h00min

Tyson Foods adquire 40% do Grupo Vibra

Wallauer e Müller esperam expansão mundial a partir do acordo

Wallauer e Müller esperam expansão mundial a partir do acordo


/VIBRA/DIVULGAÇÃO/JC
Como parte de sua estratégia de crescimento global, a Tyson Foods chegou a um acordo para investir na divisão de alimentos do Grupo Vibra, produtor e exportador brasileiro de carne de frango e derivados. Depois de concluído, o acordo proporcionará à Tyson Foods mais flexibilidade no atendimento aos clientes nos principais mercados globais. Os termos do acordo não foram divulgados, e a transação ainda está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no Brasil.
Como parte de sua estratégia de crescimento global, a Tyson Foods chegou a um acordo para investir na divisão de alimentos do Grupo Vibra, produtor e exportador brasileiro de carne de frango e derivados. Depois de concluído, o acordo proporcionará à Tyson Foods mais flexibilidade no atendimento aos clientes nos principais mercados globais. Os termos do acordo não foram divulgados, e a transação ainda está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no Brasil.
"Este investimento nos permitirá acessar suprimentos de aves no Brasil para atender às crescentes necessidades dos clientes brasileiros e dos mercados de demanda prioritários na Ásia, na Europa e no Oriente Médio", disse Donnie King, presidente da área internacional da Tyson Foods. "Faz parte da nossa estratégia desenvolver uma cadeia de fornecimento mais flexível e mitigar a volatilidade do nosso modelo anterior, que dependia principalmente das exportações dos Estados Unidos."
Desde o ano passado, a Tyson Foods expandiu sua presença global através da aquisição da Keystone Foods, que inclui operações na China, na Coreia do Sul, na Malásia, na Tailândia e na Austrália, e os negócios de aves da BRF na Tailândia e na Europa. O Grupo Vibra atende, atualmente, clientes no Brasil e em mais de 50 países.
"Este acordo é o resultado da confiança mútua entre as duas empresas, e o objetivo de ambas é se expandir globalmente", disse Flavio Sergio Wallauer, presidente do conselho de administração do Grupo Vibra. "Nós também acreditamos na importância de, constantemente, agregar valor para os nossos produtos. Para nós, isso significa continuar a crescer, inovar e fortalecer a posição de nossas marcas, Nat e Avia."
Nos próximos cinco anos, estima-se que quase 98% do crescimento do consumo de proteínas acontecerá fora dos Estados Unidos. "É por isso que estamos expandindo nossos negócios fora dos EUA", disse King. "À medida que a população mundial continua crescendo, a Tyson crescerá com isso." A Tyson Foods gera, atualmente, US$ 7 bilhões em vendas internacionais. Isso inclui US$ 5 bilhões em vendas de exportação dos Estados Unidos e cerca de US$ 2 bilhões em receitas no país.
"A Tyson irá adicionar know how e gerar novas oportunidades de negócios para acelerar o nosso crescimento", disse Gerson Luís Müller, CEO do Grupo Vibra. "Essa parceria será importante para desenvolver ainda mais os nossos negócios no Brasil e no exterior, garantindo acesso a novas tecnologias e investimentos, principalmente em pesquisa e desenvolvimento (P&D). Além disso, teremos acesso a uma rede de distribuição global para alcançar novos mercados. Acreditamos que este acordo contribuirá fortemente para melhorar a qualidade de nossos serviços, adicionando novos produtos ao nosso portfólio." Como parte do acordo, o Grupo Vibra irá cindir seu negócio de multiplicação genética, a Agrogen, em uma empresa separada.
O Grupo Vibra é um dos principais produtores brasileiros de aves, com mais de 50 anos de experiência no segmento. A Vibra atua na produção e na comercialização de proteína de frango com as marcas Nat e Avia. Suas instalações incluem incubatórios, laboratórios, granjas, fábricas de rações e frigoríficos, atendendo ao mercado brasileiro e a mais de 50 países ao redor do mundo. Está sediada em Montenegro (RS), com operações nos estados do Paraná e de Minas Gerais, além de uma unidade de negócios em Dubai. A Tyson Foods é uma das maiores empresas de alimentos do mundo e líder reconhecida em proteína.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia