Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

varejo

- Publicada em 17h47min, 19/08/2019. Atualizada em 17h52min, 19/08/2019.

Após fechar operação no Centro, Saraiva abrirá nova unidade na Rua dos Andradas

Nova loja passará a atender a partir da segunda quinzena de setembro

Nova loja passará a atender a partir da segunda quinzena de setembro


Flávia Pereira/Especial/JC
Depois de fechar sua loja localizada na Rua dos Andradas, no Centro Histórico da Capital, a livraria Saraiva deve voltar a operar na região, em novo endereço - mas na mesma rua. A nova loja estará localizada no nº 1.645 e passa a atender a partir da segunda quinzena de setembro, enquanto a anterior funcionava no nº 1.276. 
Depois de fechar sua loja localizada na Rua dos Andradas, no Centro Histórico da Capital, a livraria Saraiva deve voltar a operar na região, em novo endereço - mas na mesma rua. A nova loja estará localizada no nº 1.645 e passa a atender a partir da segunda quinzena de setembro, enquanto a anterior funcionava no nº 1.276. 
Em nota, a companhia informa que o espaço é "mais amplo e moderno", e contará com área de games, onde o público poderá testar os produtos, e um sortimento maior de itens de papelaria.
"Ainda na unidade, os clientes passarão a contar com o entrega web, serviço que permite a retirada em loja de produtos comprados pelo e-commerce da Saraiva", diz o texto.
Sem condições de honrar dívidas de R$ 674 milhões, a Saraiva entrou com pedido de recuperação judicial em novembro do ano passado, a fim de obter um fôlego financeiro e evitar a falência. Com isso, obteve da Justiça a suspensão das execuções desses débitos até que seja aprovado em assembleia de credores um plano de pagamento. Até agora, não houve consenso.
Para reduzir despesas e melhorar as margens do negócio, a Saraiva já fechou 30 das suas 104 lojas e deixou de comercializar produtos eletrônicos e de informática.
Comentários CORRIGIR TEXTO