Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de agosto de 2019.
Dia do Filósofo.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Edição impressa de 16/08/2019. Alterada em 16/08 às 08h46min

Governo agiliza privatização da CEEE e edital de PPP da Corsan

Edital de licitação para a companhia de saneamento será lançado nesta sexta

Edital de licitação para a companhia de saneamento será lançado nesta sexta


LUIZ CHAVES/PALÁCIO PIRATINI/JC
A sexta-feira será agitada para duas estatais gaúchas. Pela manhã, o governo do Estado lançará, às 11h, no Palácio Piratini, o edital de licitação da Parceria Público-Privada (PPP) da Corsan. Já no período da tarde, o governador Eduardo Leite e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, assinarão o contrato de estruturação para a modelagem de privatização do Grupo CEEE.
A sexta-feira será agitada para duas estatais gaúchas. Pela manhã, o governo do Estado lançará, às 11h, no Palácio Piratini, o edital de licitação da Parceria Público-Privada (PPP) da Corsan. Já no período da tarde, o governador Eduardo Leite e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, assinarão o contrato de estruturação para a modelagem de privatização do Grupo CEEE.
No caso da companhia de saneamento, a PPP permitirá a contratação de um parceiro privado que investirá na universalização dos serviços de coleta e tratamento de esgotos na Região Metropolitana de Porto Alegre. O contrato com o BNDES, por sua vez, deixará o banco responsável por executar estudos técnicos e contratar serviços necessários para, em parceria com equipes do Estado, proceder a venda do Grupo CEEE (incluindo as áreas de geração, transmissão e distribuição).
A medida é decorrente de acordo de cooperação técnica entre o Estado e o BNDES firmado em maio, em Gramado, para apoio a projetos de privatização, parcerias público-privadas e concessões. Na ocasião, o governador detalhou que o acerto permitirá tratar de questões como as condições e os valores que serão envolvidos no negócio do Grupo CEEE.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia