Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Edição impressa de 07/08/2019. Alterada em 06/08 às 21h20min

Raça bovina Ultrablack fará sua estreia na Expointer neste ano

Animal carrega 80% de sangue Angus e 20% de genética zebuína

Animal carrega 80% de sangue Angus e 20% de genética zebuína


GABRIEL OLIVERA/AGÊNCIA EL CAMPO/DIVULGAÇÃO/JC
Thiago Copetti
Um projeto iniciado há dois anos pela Associação Brasileira de Angus tomará forma na Expointer deste ano. A associação levará ao Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, a primeira exposição da raça Ultrablack no Estado. Originária da Austrália, o Ultrablack já tem suas raízes gaúchas. Os 16 animais inscritos para a feira, que ocorre entre os dias 24 de agosto e 1 de setembro, pertencem a três criatórios localizados nos Rio Grande do Sul: Cia Azul (Uruguaiana), Cabanha São Xavier (Tupanciretã), e Fazenda 4 Linhas (Guaíba).
Um projeto iniciado há dois anos pela Associação Brasileira de Angus tomará forma na Expointer deste ano. A associação levará ao Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, a primeira exposição da raça Ultrablack no Estado. Originária da Austrália, o Ultrablack já tem suas raízes gaúchas. Os 16 animais inscritos para a feira, que ocorre entre os dias 24 de agosto e 1 de setembro, pertencem a três criatórios localizados nos Rio Grande do Sul: Cia Azul (Uruguaiana), Cabanha São Xavier (Tupanciretã), e Fazenda 4 Linhas (Guaíba).
"Quem não conhece muito do setor não verá grandes diferenças físicas, mas talvez repare que é um touro um pouco maior do que o Angus convencional. As principais características que o diferenciam do Angus puro se verificam mesmo é no campo", explica Nivaldo Dzyekanski, presidente da associação
Notícias sobre economia são importantes para você?
A Ultrablack é uma raça sintética caracterizada por, no mínimo, 80% de sangue Angus e 20% de sangue zebuíno. É mais resistente ao clima tropical e também a doenças que costumam causar danos em regiões mais quentes. A apresentação oficial será feita no dia 27 de agosto, a partir das 14h, juntamente com o julgamento dos animais Angus rústicos.
De acordo com o presidente da Angus, a primeira exposição da nova raça é uma forma de fomentar a adesão de novos criadores, e a meta é avaliar o gado em duplas, comparando características e especificidades. Entre as metas de médio e longo prazo, diz Dzyekanski, está a criação de um selo de certificação da Carne Ultrablack nos mesmos moldes da Carne Angus Certificada.
"Na carne certificada Angus devemos passar de 35 mil toneladas de carcaças/ano para 42 mil toneladas ao final de 2020, com média de crescimento de 10% ao ano. Vale destacar que o frigorifico Marfrig está retomando os abates de Angus certificados no Rio Grande do Sul, em Bagé e Alegrete", comemora o presidente da associação.
Quando interrompeu os abates desses cortes nobres, em 2017, com Ana Doralina Menezes, gerente do programa Carne Angus, essas unidades abatiam cerca de 600 animais/dia. E disseminar a qualidade premium da raça é umas das prioridades da associação para o ano e para a feira. Na Expointer 2019 será feita a primeira edição do evento Ô Churras Angus, voltado para a degustação de carne Angus certificada. O assado ocorrerá no dia 25 de agosto, a partir das 18h, na Pista do Gado Leiteiro e contará com a participação de três frigoríficos parceiros: Marfrig, Zimmer e Frigorífico Silva.
"Pretendemos reunir produtores, amantes da carne Angus e visitantes para um grande evento festivo onde a Carne Angus será a grande estrela da noite, um produto que é resultado de um processo criterioso e detalhado de certificação", explica Ana Doralina.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia