Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

02/08/2019 - 13h39min. Alterada em 02/08 às 13h39min

Estados Unidos criam 164 mil vagas em julho e taxa de desemprego fica em 3,7%

Estadão Conteúdo
A economia americana criou 164 mil empregos em julho, informou nesta sexta-feira (2) o Departamento do Trabalho do país em seu relatório mensal de empregos (payroll).
A economia americana criou 164 mil empregos em julho, informou nesta sexta-feira (2) o Departamento do Trabalho do país em seu relatório mensal de empregos (payroll).
O número se mostrou praticamente em linha com a média da criação de empregos no primeiro semestre do ano, em 161 mil. Os resultado dos dois meses anteriores, contudo, foram revisados para baixo. Em junho, a criação de empregos foi revista de 224 mil para 193 mil, enquanto em maio a revisão foi de 72 mil para 62 mil.
A taxa de desemprego ficou estável em 3,7%, perto dos menores níveis em 50 anos, como previsto pela mediana de 30 casas.
O salário médio por hora dos trabalhadores subiu 0,29% na comparação mensal de julho, enquanto a mediana indicava avanço de 0,2%, e ganhou 3,2% na comparação anual de julho, acima da expectativa de alta de 3,1%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia