Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Edição impressa de 11/07/2019. Alterada em 11/07 às 03h00min

Santa Clara inaugura nova indústria em Casca

Planta vai iniciar com o processamento de 300 mil litros de leite/dia

Planta vai iniciar com o processamento de 300 mil litros de leite/dia


/SANTA CLARA/DIVULGAÇÃO/JC
A Cooperativa Santa Clara inaugura amanhã sua nova indústria de laticínios no município de Casca (RS). O evento será realizado nas novas instalações, localizadas na Estrada RS-129 s/nº, km 165, a partir das 13h30min. O evento reunirá autoridades, associados e funcionários da Cooperativa.
A Cooperativa Santa Clara inaugura amanhã sua nova indústria de laticínios no município de Casca (RS). O evento será realizado nas novas instalações, localizadas na Estrada RS-129 s/nº, km 165, a partir das 13h30min. O evento reunirá autoridades, associados e funcionários da Cooperativa.
A construção de 22 mil metros quadrados tem capacidade de industrialização de 600 mil litros por dia, iniciando em julho com processamento previsto de 300 mil litros/dia. A nova unidade produzirá todas as versões de leites UHT: integral, desnatado, semidesnatado e zero lactose, ampliando futuramente para outros produtos derivados.
Ao todo, 150 funcionários diretos e terceirizados já estão atuando na indústria. As novas instalações representam um investimento de R$ 130 milhões. Atualmente, a Santa Clara conta com duas plantas de processamento de leite no Estado, uma em Carlos Barbosa, que compreende indústria de leite UHT, leites pasteurizados e derivados, e outra em Getúlio Vargas, apenas para derivados.
Em 2018 foram recebidos pela cooperativa 285 milhões de litros de leite de seus 3.300 produtores em atividade em 136 municípios gaúchos. Além de laticínios, a Cooperativa atua nos ramos de frigorífico suíno, fábrica de rações, cozinha industrial e varejo, com 11 supermercados, 15 mercados agropecuários e uma farmácia. São 5.500 famílias associadas, 2.150 funcionários e um mix de 350 produtos entre leite e derivados, embutidos e cortes suínos, doces e sucos de frutas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia