Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 09 de julho de 2019.
Feriado em São Paulo - Revolução Constitucionalista.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Empreendedorismo

09/07/2019 - 18h31min. Alterada em 09/07 às 21h28min

Empresa gaúcha de pranchas de surfe transfere operação para Portugal

Birra (esq.) tornou-se sócio da Oric, enquanto Paz (centro) e Telles participam agora da The Factory

Birra (esq.) tornou-se sócio da Oric, enquanto Paz (centro) e Telles participam agora da The Factory


Oric/Divulgação/JC
Matheus Closs
Nascida no Rio Grande do Sul, a fabricante de pranchas de surfe Oric Surfboards mudou-se recentemente para a Europa. Reconhecida por ser patrocinadora de atletas como o surfista Paulo Zulu, a empresa transferiu sua produção e comercialização de Porto Alegre para as margens do Rio Tejo, no distrito de Setúbal, em Portugal. A mudança aconteceu no início deste ano, após parceria com a fábrica portuguesa The Factory.
Nascida no Rio Grande do Sul, a fabricante de pranchas de surfe Oric Surfboards mudou-se recentemente para a Europa. Reconhecida por ser patrocinadora de atletas como o surfista Paulo Zulu, a empresa transferiu sua produção e comercialização de Porto Alegre para as margens do Rio Tejo, no distrito de Setúbal, em Portugal. A mudança aconteceu no início deste ano, após parceria com a fábrica portuguesa The Factory.
A ida para as terras lusitanas, segundo o CEO da marca, Guilherme Paz, foi decidida em razão das dificuldades enfrentadas pelo empresário no Brasil e do crescimento esportivo de Portugal no surfe mundial. "Eu decidi por Portugal porque é um dos melhores locais para se surfar na Europa e está crescendo e se desenvolvendo economicamente de forma muito forte e rápida", explica Paz.
Notícias sobre negócios são importantes para você?
Com a negociação da marca, que vale cerca de R$ 5 milhões, a The Factory assumiu os custos de produção da Oric. Como contrapartida, Paz tornou-se sócio da empresa portuguesa.
Com início em 2015, a Oric nasceu após Guilherme Paz fabricar uma prancha para o filho e, então, vislumbrar a ideia de empreender no meio do surfe. Em 2018, a marca havia se estabelecido em um casarão na Zona Sul da Capital, onde instalou sua produção. Desde então, a Oric, que seria uma loja virtual de pranchas de surfe, passou a fabricar as próprias pranchas, e teve crescimento nos clientes principalmente após ganhar exposição através do surfista Paulo Zulu.
Com o ingresso da empresa gaúcha no portfólio da The Factory - que possui mais de dez marcas internacionais de pranchas de surfe -, a produção da Oric passou a ser realizada na sede da Factory, localizada em Setúbal, que conta com um parque industrial de 300 metros quadrados que, desde 2010, conta com fábrica de laminação de pranchas de surfe, kite e SUP. Dos dez funcionários que trabalhavam na Oric em Porto Alegre, seis viajaram para se somar à produção da empresa portuguesa.
No primeiro mês de comercialização em Portugal, no início do ano, o número de vendas da Oric já se igualava ao de Porto Alegre – cerca de 20 pranchas no mês. Apesar disso, Paz explica que no Brasil o foco da empresa não estava na venda das pranchas. “Aqui no Brasil a gente trabalhava para valorizar a marca”, conta. Após iniciar as vendas em Portugal através do marketing boca a boca e dos seus atletas, a empresa já alcança atualmente a marca de 100 pranchas no mês. 
A expectativa da Oric é alcançar um aumento nas vendas em 50% durante o verão europeu, entre junho e setembro. No próximo ano, as vendas devem ser impulsionadas pela maior divulgação da marca, que irá patrocinar um atleta da Liga Mundial de Surfe cujo nome ainda não foi divulgado.
Para os clientes brasileiros, a fábrica da Pró-Ilha Surfboards, que fica em Santa Catarina, será a terceirizada responsável por seguir a produção dos produtos da Oric no Brasil. “Da mesma forma, algumas lojas selecionadas vão comercializar Oric em Fernando de Noronha, em Saquarema e em Floripa, ou seja, nos principais picos onde o surfe é praticado no Brasil”, ressalta Paz.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia