Porto Alegre, terça-feira, 28 de julho de 2020.
Dia do Agricultor .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 28 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Financeiro

- Publicada em 14h00min, 09/07/2019. Atualizada em 14h00min, 09/07/2019.

Petrobras vai deslistar ações na bolsa argentina e eleger conselheiros

Petrobras começou a negociar na bolsa de valores da Argentina em 2006

Petrobras começou a negociar na bolsa de valores da Argentina em 2006


ERBS JR/FRAME/AE/JC
A Petrobras marcou para o dia 9 de agosto uma assembleia extraordinária para eleger dois novos membros para o Conselho de Administração e deslistar as ações da companhia da bolsa de valores da Argentina, alegando muitos custos diante da pouca relevância do mercado de ações do País vizinho, além de retirar uma oferta pública naquele mercado.
A Petrobras marcou para o dia 9 de agosto uma assembleia extraordinária para eleger dois novos membros para o Conselho de Administração e deslistar as ações da companhia da bolsa de valores da Argentina, alegando muitos custos diante da pouca relevância do mercado de ações do País vizinho, além de retirar uma oferta pública naquele mercado.
A Petrobras começou a negociar na bolsa de valores da Argentina em 2006. Em 2018, o volume diário médio negociado foi de US$ 2,6 milhões, ou 0,3% do valor médio diário negociado em ações da Petrobras considerando-se todas as bolsas nas quais as ações da companhia estão listadas.
Para o Conselho serão indicados os nomes de Nivio Ziviani e Walter Mendes de Oliveira Filho, que entrarão no lugar de Durval Soledade Santos e de Jerônimo Antunes, que renunciaram ao cargo no início do ano.
Conforme o documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Nivio Ziviani é engenheiro mecânico pela Universidade Federal de Minas Gerais (1971), Mestre em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1976) e Ph.D. em Ciência da Computação pela Universidade de Waterloo, Canadá (1982). É um especialista em tecnologia da informação.
Walter Mendes de Oliveira Filho já foi do Conselho da Petrobras eleito pelos minoritários. É economista, com a maior parte da vida profissional em posições ligadas à gestão de investimentos, tais como: chefe de Pesquisa de Investimento do Unibanco; Head da Schroder Investment Management Brasil e Diretor da América Latina da Schroder Investment Management PLc.; superintendente de Renda Variável do Banco Itaú; entre outros. Foi presidente da Petros, fundo de pensão da Petrobras em 2016, onde ficou até 2018, quando foi eleito para a Fundação Cesp, onde trabalha atualmente. É também membro do Conselho do Comitê de Aquisições e Fusões e do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira de Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp).
Comentários CORRIGIR TEXTO