Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de julho de 2019.
Dia do Padeiro.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Edição impressa de 08/07/2019. Alterada em 07/07 às 21h21min

Setor hoteleiro comemora ganhos com a Copa América

Segundo a prefeitura, torcedores injetaram R$ 180 milhões na Capital

Segundo a prefeitura, torcedores injetaram R$ 180 milhões na Capital


RAUL ARBOLEDA/AFP/JC
Carlos Müller Villela
Com o fim da edição da Copa América, o setor hoteleiro de Porto Alegre comemora os resultados pós-jogos. Segundo Carlos Henrique Schmidt, presidente do Sindicato dos Hotéis de Porto Alegre (SHPOA), o resultado foi "positivíssimo", especialmente para um período que tipicamente tem baixa movimentação na cidade, que é o caso do mês de junho. Os jogos do Brasil e do Uruguai na cidade viram uma ocupação de 100% nos hotéis, assim como o da Argentina.
Com o fim da edição da Copa América, o setor hoteleiro de Porto Alegre comemora os resultados pós-jogos. Segundo Carlos Henrique Schmidt, presidente do Sindicato dos Hotéis de Porto Alegre (SHPOA), o resultado foi "positivíssimo", especialmente para um período que tipicamente tem baixa movimentação na cidade, que é o caso do mês de junho. Os jogos do Brasil e do Uruguai na cidade viram uma ocupação de 100% nos hotéis, assim como o da Argentina.
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) estima que o evento movimentou em torno de R$ 180 milhões na economia da cidade. De acordo com a prefeitura municipal, a cidade arrecadou cerca de R$ 1,7 milhão de Imposto Sobre Serviços (ISS) nos cinco jogos realizados pela Copa América: Venezuela x Peru, Argentina x Catar e Uruguai x Japão na primeira fase; Brasil x Paraguai nas quartas de final; e Chile x Peru na semifinal. De acordo com o titular da pasta, Eduardo Cidade, o gasto médio de um visitante é de R$ 350,00 por dia. "É só usar os múltiplos desse valor para chegar à conclusão de que o turismo deve ser priorizado na matriz econômica municipal", conclui.
Notícias sobre turismo são importantes para você?
A expectativa da administração municipal, de acordo com o secretário da Fazenda Leonardo Busatto, era arrecadar R$ 1,5 milhão apenas com a venda de ingressos, o que foi alcançado. Com um público total de 173.472 torcedores, os jogos levaram a uma renda de R$ 35,6 milhões. A partida Brasil x Paraguai nas quartas de final teve o maior público da Copa América em Porto Alegre, com mais de 48 mil pessoas, faturamento de R$ 517 mil e renda de R$ 10,3 milhões. O jogo de menor público, Venezuela x Peru, com pouco mais de 13 mil pessoas, foi também o jogo que causou o menor índice de ocupação dos hotéis da cidade, com pouco mais de 45% das vagas preenchidas, segundo o Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Porto Alegre e Região (Sindha).
Entretanto, a ocupação e a movimentação econômica poderiam ser maiores, aponta Schmidt, se o Uruguai não tivesse sido eliminado pelo Peru nas quartas de final. A derrota nos pênaltis em Salvador fez com que muitos torcedores uruguaios se vissem obrigados a cancelar as reservas já feitas nos hotéis porto-alegrenses para a semifinal.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia