Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 05 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

05/07/2019 - 10h19min. Alterada em 05/07 às 10h19min

Dólar à vista tem viés de alta antes do payroll dos EUA

Estadão Conteúdo
O dólar ante o real no mercado à vista mostra viés de alta. Há um compasso de espera pelo único indicador de destaque desta sexta-feira (5) o relatório do mercado de trabalho dos Estados Unidos (payroll) referente a junho. A estimativa é de geração de 160 mil postos em junho, após 75 mil em maio. Um payroll mais fraco do que o esperado tende a consolidar apostas de que o Federal Reserve, o banco central do país, cortará juros já na reunião deste mês.
O dólar ante o real no mercado à vista mostra viés de alta. Há um compasso de espera pelo único indicador de destaque desta sexta-feira (5) o relatório do mercado de trabalho dos Estados Unidos (payroll) referente a junho. A estimativa é de geração de 160 mil postos em junho, após 75 mil em maio. Um payroll mais fraco do que o esperado tende a consolidar apostas de que o Federal Reserve, o banco central do país, cortará juros já na reunião deste mês.
Às 10h15min, o dólar à vista subia 0,42%, a R$ 3,8152. O dólar futuro para agosto caía 0,04%, a R$ 3,8080.
Na abertura, a moeda americana ficou praticamente estável, após a conclusão da etapa de discussão e a aprovação da proposta de reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia