Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de maio de 2019.
Dia da Saúde.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

HABITAÇÃO

Edição impressa de 28/05/2019. Alterada em 28/05 às 03h00min

Lançamentos de imóveis crescem 4,2% até março

O mercado de imóveis residenciais apresentou crescimento no País no primeiro trimestre, de acordo com pesquisa divulgada ontem pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic). Os lançamentos aumentaram 4,2% no período de janeiro a março em comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando 14.680 unidades.
Já as vendas somaram 28.676 unidades, avanço de 9,7% na mesma base de comparação. Com mais vendas do que lançamentos, o estoque de imóveis caiu 8,6%, totalizando 120.422 unidades. Desse total, 24% são moradias na planta, 47% em obras e 29% prontas.
Considerando o ritmo atual das vendas, o estoque seria escoado em 13 meses. Há um ano, o patamar era de 15 meses.
"Os números demonstram um crescimento lento, mas constante", explicou o presidente da Cbic, José Carlos Martins, relembrando que o mercado nacional vem ampliando os lançamentos e as vendas há vários trimestres seguidos.
"Os indicadores estão favoráveis quando comparados com o mesmo trimestre do ano passado", assinalou o presidente da Comissão Imobiliária da Cbic, Celso Petrucci.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia