Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 24 de abril de 2019.
Dia do Agente de Viagem. Dia Internacional do Jovem Trabalhador.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

24/04/2019 - 17h07min. Alterada em 24/04 às 17h07min

Ouro fecha em alta após indicador da Alemanha frustrar expectativas

Resultado promoveu maior cautela entre os operadores do mercado

Resultado promoveu maior cautela entre os operadores do mercado


BULLIONVAULT/VISUAL HUNT/DIVULGAÇÃO/JC
Estadão Conteúdo
O ouro fechou em alta nesta quarta-feira (24), após dados piores do que o esperado na Europa promoverem a busca por ativos de maior segurança, mesmo com o dólar fortalecido. O ouro para junho fechou em alta de 0,49%, em US$ 1.279,40 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).
Na Europa, o índice de sentimento das empresas da Alemanha, a maior economia do continente, surpreendeu os investidores e caiu de 99,7 pontos em março para 99,2 pontos em abril, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta pelo instituto alemão Ifo.
A previsão dos analistas consultados pelo The Wall Street Journal era de avanço para 99,9 pontos neste mês.
O resultado promoveu maior cautela entre os operadores do mercado, fazendo com que os principais índices acionários europeus fechassem o dia em queda, motivando a busca por maior segurança, como o ouro. Com isso, o contrato do metal se recuperou, após a queda da sessão anterior.
O preço do ouro subiu mesmo com o dólar se fortalecendo durante todo o dia.
Como o metal é cotado na moeda, nesse caso ele fica mais caro para os detentores de outras divisas, o que tende a reduzir o apetite dos investidores.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia