Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de abril de 2019.
Dia da Engenharia.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

10/04/2019 - 19h00min. Alterada em 10/04 às 19h00min

Bolsas de Nova Iorque fecham em alta após ata do Fed e inflação abaixo do esperado

O Nasdaq teve o melhor desempenho com avanço de 0,69%

O Nasdaq teve o melhor desempenho com avanço de 0,69%


JEWEL SAMAD/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Os mercados acionários de Nova Iorque fecharam o pregão desta quarta-feira (10), em alta à medida que os investidores digeriram a divulgação da ata da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de março e dados abaixo do esperado de inflação ao consumidor nos Estados Unidos. Além disso, a Câmara dos Representantes também atraiu atenções ao reunir presidentes-executivos dos maiores bancos do país.
O índice Dow Jones fechou em alta de 0,03%, aos 26.157,16 pontos, assim como o S&P500, que subiu 0,35%, para 2.888,21 pontos. O índice eletrônico Nasdaq avançou 0,69%, aos 7.964,24 pontos.
Durante a reunião de política monetária realizada entre os dias 19 e 20 de março, os dirigentes do Fed notaram que a abordagem paciente do banco central deve ser mantida, embora alguns tenham ressaltado que, à luz da evolução da economia, essa postura deve ser revista. O documento mostrou que os dirigentes esperam crescimento econômico menor neste ano em relação a 2018, enquanto a inflação continuaria próxima da meta de 2%. Indicadores de preços divulgados nesta quarta-feira vão em linha com o pensamento do banco central.
De acordo com o Departamento do Trabalho dos EUA, o núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 0,1% na passagem de fevereiro para março, e 2,0% na base anual, enquanto a mediana de instituições consultadas pelo Projeções Broadcast indicava aumento de 0,2% no mês e de 2,1% no ano.
Apesar disso e da manutenção da postura "dovish" do Fed, ações de instituições financeiras em Nova York apresentaram ganhos no momento em que os CEOs dos seis maiores bancos americanos prestaram depoimento na Câmara nesta quarta-feira. O Goldman Sachs, melhor performance do dia no Dow Jones, subiu 1,18% enquanto o JPMorgan avançou 0,45%. O subíndice financeiro do S&P500 avançou 0,34%.
A Boeing, no entanto, destoou ao fechar em queda de 1,11%, após a Intelsat, empresa de satélites, afirmar que perdeu contato com o satélite Intelsat29e, construído pela Boeing. Já o aplicativo de caronas Lyft despencou 10,85% diante dos planos da Uber de abrir capital nesta quinta-feira.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia