Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de março de 2019.
Início do Outono.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Fraude

20/03/2019 - 09h56min. Alterada em 20/03 às 09h56min

Primeira audiência do caso Ghosn deve ocorrer em seis meses

Reunião foi marcada para 23 de maio

Reunião foi marcada para 23 de maio


ERIC PIERMONT/AFP PHOTO/JC
Agência Brasil
A primeira audiência do executivo franco-brasileiro e ex-presidente da Nissan Motors Carlos Ghosn, no Tribunal Distrital de Tóquio, deve ocorrer em setembro. Ele é acusado de quebra de confiança e fraudes. Autoridades judiciais, promotores e a equipe de defesa de Ghosn se reuniram nesta quarta-feira (20) na Corte para discutir sobre o julgamento.
Promotores e advogados marcaram para 23 de maio a primeira reunião para resolver questões jurídicas envolvendo o processo. As partes negociam o pagamento de indenização que pode superar US$ 900 mil.
Ghosn é suspeito de ter ordenado aos subordinados mecanismo para bloquear informações sobre dados financeiros no sistema da Nissan Motors, empresa em que estava no comando.
O executivo nega as acusações e mantém os argumentos sobre sua inocência. Segundo seus advogados, Ghosn pretende participar das conversas que vão anteceder o julgamento, previsto para setembro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia