Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 07 de março de 2019.
Dia do fuzileiro naval.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Edição impressa de 07/03/2019. Alterada em 06/03 às 23h53min

Federarroz orienta produtores sobre levantamento de estoques da Conab

Atividade vai possibilitar o conhecimento do balanço de oferta e demanda do produto em todo o País

Atividade vai possibilitar o conhecimento do balanço de oferta e demanda do produto em todo o País


/CAMILA DOMINGUES/PALÁCIO PIRATINI/JC
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está iniciando o levantamento de estoques privados de arroz de 2019 em todo o País. A atividade possibilitará o conhecimento do balanço de oferta e demanda, dando subsídios à elaboração de políticas agrícolas e de abastecimento para o setor e à sociedade.
A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) está colaborando com o levantamento para que se tenha o número mais fiel possível e o produtor possa fazer o seu planejamento adequadamente.
"Por isso estamos assumindo esta campanha com a Conab para que o órgão tenha os números mais corretos possíveis. Por isso é de nossa responsabilidade dos produtores e das indústrias termos um número mais correto possível para que possamos melhor administrar a nossa colheita e termos planejamento", observa o presidente da entidade, Henrique Dornelles.
O dirigente reforça que o produtor deve observar sua unidade de armazenagem e dizer quanto tem de sacos de arroz ou se não tem estoque. Dornelles lembra que não valem os estoques que foram depositados em terceiros. Neste caso o produtor deve informar em qual local o produto está depositado para que a Conab abata do montante informado também pela indústria.
Dornelles salienta ainda que é importante a colaboração de cada arrozeiro, fazendo o seu papel, entregando os números e conversando com os demais orizicultores para que também façam o mesmo. "Prejudica o setor não responder este questionário, pois estaremos navegando sem visualizar o rumo. Precisamos de números consistentes", finaliza.
Visando facilitar e agilizar o processo de informações de estoques, a Conab disponibilizará o Sistema de Pesquisa de Estoques Privados (Sipesp). O sistema permitirá o acesso aos dados cadastrados, histórico informado em levantamentos anteriores, bem como inserir a quantidade de arroz (em casca e beneficiado) estocado em cada uma das unidades armazenadoras com data de referência de 28 de fevereiro de 2019. O levantamento de estoques privados de arroz de 2019 será realizado pela Conab no período de 11 a 22 de março.
Os agentes armazenadores cadastrados no sistema, receberão uma mensagem com o link de acesso ao Sipesp (https://sipesp.conab.gov.br) e o código de autenticação, com a senha.
A Conab continuará disponibilizando também as opções de resposta pelo e-mail estoque-privado@conab.gov.br ou por via postal. Para tanto, o responsável deverá preencher os boletins com os dados solicitados e devolvê-los à Conab pela via escolhida.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia