Porto Alegre, sexta-feira, 31 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 31 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Planejamento

- Publicada em 21h24min, 25/02/2019. Atualizada em 11h35min, 14/03/2019.

Eduardo Leite assina parceria com o terceiro setor

Ação promete recrutamento de pessoas com perfil técnico e gerencial

Ação promete recrutamento de pessoas com perfil técnico e gerencial


/GUSTAVO MANSUR/PALÁCIO PIRATINI/JC
Adriana Lampert
O governador Eduardo Leite e o diretor executivo da Fundação Lemann, Denis Mizne, formalizaram, na manhã de ontem, um Acordo de Cooperação entre o Estado e quatro organizações do terceiro setor, com foco no recrutamento de pessoas com perfil técnico e gerencial para cargos de lideranças e gestão. O ato de assinatura do termo ocorreu no Palácio Piratini e contou, ainda, com a presença da diretora executiva do Instituto Humanize, Geórgia Pessoa.
O governador Eduardo Leite e o diretor executivo da Fundação Lemann, Denis Mizne, formalizaram, na manhã de ontem, um Acordo de Cooperação entre o Estado e quatro organizações do terceiro setor, com foco no recrutamento de pessoas com perfil técnico e gerencial para cargos de lideranças e gestão. O ato de assinatura do termo ocorreu no Palácio Piratini e contou, ainda, com a presença da diretora executiva do Instituto Humanize, Geórgia Pessoa.
A primeira etapa do trabalho será a criação de um edital de processo de seleção de 30 coordenadores regionais de Educação e de três profissionais para atuarem em um núcleo de gestão de pessoas do governo, que ficará sediado dentro da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag). O recrutamento contará com várias etapas, a exemplo de prova técnica e entrevistas presenciais para avaliação de habilidades - mas a ideia é de que em 60 dias todo o processo já tenha ocorrido.
"Poderão concorrer não somente servidores públicos, mas qualquer pessoa que queira assumir este desafio de ajustar a gestão pública do Estado", destacou Mizne, ao explicar que o objetivo é encontrar pessoas com base em suas competências, que saibam liderar um time, e que tenham experiência na máquina pública. Além da Fundação Lemann, integram a parceria com o governo a Fundação Brava, o Instituto Humanize e o Instituto República.
De acordo com Leite, a decisão do governo busca profissionalizar o processo de seleção de pessoas nas áreas de gestão e "gerar uma agenda de liderança para transformar a cultura de gerenciamento de pessoas no setor público", com foco na qualificação dos serviços prestados à população. "Esta aliança tem vários significados, incluindo o reconhecimento de que o governo do Estado não tem, sozinho, todas as respostas e precisa buscar parcerias para estruturar tecnicamente as melhores soluções nessas áreas, em um mundo onde ocorrem muitas mudanças", disse o governador. "O fato de se ter um time de pessoas motivado, com metas claras, acompanhado e apoiado, resulta na entrega dos serviços públicos de forma mais qualificada", observa Mizne.
Comentários CORRIGIR TEXTO