Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Consumo

Edição impressa de 19/02/2019. Alterada em 18/02 às 21h54min

Liquida Porto Alegre impulsiona o varejo

Na Rua dos Andradas, farmácia São João teve movimento maior, diz Thayffner Santos

Na Rua dos Andradas, farmácia São João teve movimento maior, diz Thayffner Santos


/MARIANA CARLESSO/JC
Carolina Hickmann
Os meses de janeiro e fevereiro costumam ser rigorosos com os comerciantes da Capital gaúcha. Com parte significativa da população de Porto Alegre no litoral é preciso driblar a queda no consumo com promoções. Tradicionalmente o Liquida Porto Alegre, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas, impulsiona as compras no mês de fevereiro. Na edição deste ano, que teve início na última sexta-feira e se estende até o próximo dia 25, pontos de vendas do Centro Histórico da Capital registraram leve impulso nas vendas, com expectativa de crescimento ao longo do evento.
A gestora da São João da esquina da Rua dos Andradas com a General Câmara, Thayffner Santos, comenta que os primeiros dias de promoção auxiliaram em ampliar o movimento de um período tipicamente parado. "É um período bem mais calmo, mas com as promoções conseguimos estar 14% positiva na relação com o mesmo período do ano passado", diz. O produto mais atrativo aos olhos do consumidor, pontua a gestora, é um kit de protetor solar facial e corporal da marca L'Oreal por R$ 29,90. "Nos últimos dias vendi mais de 100", comemora.
Diversos segmentos do varejo participam do evento, que este ano registrou recorde de inscrição com 4,5 mil pontos de venda aderindo ao Liquida, segundo o presidente da entidade promotora, Alcides Debus. A novidade, comenta, é a forte presença de lojas voltadas ao segmento pet com 65 PDVs. Entre elas está a loja de produtos agropecuários Bichara da Rua Vigário José Inácio, que preferiu promoções do tipo "leve três, pague dois" em detrimento a diminuição de preços. "É legal porque as pessoas estão juntando familiares para renovar as caminhas de cachorros de toda a família aproveitando a promoção", comenta o gerente do estabelecimento, Vitor Scottá.
Pela sua avaliação, ainda não é possível afirmar que existe um aumento importante na demanda. A loja, porém, ainda não conta com reforço visual de participação do Liquida Porto Alegre. Scottá avalia que ainda haverá alta a partir da instalação de peças de divulgação na fachada da loja. A CDL, a partir de sua assessoria, esclarece que todos os estabelecimentos inscritos na promoção até dia 15 receberam os kits de divulgação. Além disso, a entidade disponibiliza em seu site material que pode ser personalizado e impresso para compor a ambiência das lojas.
Novidade desta edição, a unidade móvel denominada Estação Liquida deve circular por 17 pontos em 15 bairros da Capital. Debus comenta que no local haverá distribuição de brindes e totens para consulta de situação creditícia. "Nosso interesse é devolver o cidadão ao mercado de consumo", comenta. A proximidade entre consumidor, instituição e lojistas propiciada pela unidade, em sua avaliação, deve traduzir-se em maior procura por produtos. Hoje a Estação estará pela manhã no Largo Glênio Peres e à tarde na Rua Osvaldo Aranha.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia