Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 11 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 11/01 às 18h13min

Ouro fecha em alta, apoiado por queda das ações e dos juros dos Treasuries

Estadão Conteúdo
O contrato futuro de ouro encerrou o pregão desta sexta-feira (11), em alta, impulsionado pela nova rodada de queda no preço das ações e nos rendimentos dos títulos públicos dos Estados Unidos, depois que dados de inflação ao consumidor americano mostraram queda em dezembro.
Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para entrega em fevereiro fechou em alta de 0,16%, para US$ 1.289,50 por onça-troy, próximo ao maior nível desde junho. Na semana, o contrato apresentou ganho de 0,29%.
O dólar mais fraco fez com que os preços do ouro apresentassem avanço considerável nas últimas semanas, à medida que o metal se torna mais barato para investidores que operam em outras divisas. No entanto, outro fator que culminou na valorização do preço do ouro foi a volatilidade nos mercados acionários globais, que perdeu força nos últimos dias enquanto as ações voltaram a ganhar vigor.
Hoje, porém, a leitura fraca de inflação nos EUA fez com que alguns analistas reforçassem que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) pode ser paciente e observar os rumos da economia americana antes de elevar novamente as taxas de juros. Além disso, nesta sexta-feira, as ações e os rendimentos dos Treasuries recuaram, o que implicou uma nova valorização do metal precioso.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia