Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 09 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

indústria automotiva

Alterada em 09/01 às 18h12min

Venda de carros importados da Kia Motors cresceu 39% em 2018

A Kia conseguiu aumentar a rede de concessionárias no Brasil de 99 para 106

A Kia conseguiu aumentar a rede de concessionárias no Brasil de 99 para 106


KIA MOTORS/DIVULGAÇÃO/JC
Estadão Conteúdo
Maior importadora de carros do Brasil, a Kia Motors teve crescimento de 39% nas vendas em 2018, com o emplacamento de 11,7 mil veículos, informou nesta quarta-feira (9), a empresa, que responde por cerca de um terço do mercado de importados.
"Apesar de todas as dificuldades do ano, como a greve dos caminhoneiros, a Copa do Mundo, as eleições e a alta do dólar, o desempenho é motivo de comemoração", disse o presidente da Kia Motors no Brasil, José Luiz Gandini, que também preside a Abeifa, associação nacional de importadores de veículos.
Com o crescimento nas vendas, a Kia conseguiu aumentar a rede de concessionárias no Brasil. No fim de 2017, eram 99. Agora, são 106. Segundo Gandini, a rede deve ganhar mais seis ou sete unidades em 2019.
A expectativa do segmento de importados é que os emplacamentos cresçam 33% em 2019, para 50 mil unidades. Em 2018, foram 37,5 mil unidades emplacadas, aumento de 26,3% em relação ao resultado de 2017.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia