Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de janeiro de 2019.
Dia Nacional do Fotógrafo.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado financeiro

Edição impressa de 08/01/2019. Alterada em 08/01 às 10h02min

Faturamento da capitalização atinge R$ 3,7 bilhões na Região Sul

Entre os meses de janeiro e novembro de 2018, a Região Sul registrou crescimento de 4,21% na receita de títulos de capitalização, totalizando R$ 3,7 bilhões. De acordo com os dados da Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná distribuíram R$ 308,7 milhões de prêmios em sorteios a clientes da região.
Quanto aos resgates finais e antecipados, houve, no período, recuo de 2,44%, seguindo tendência nacional (3,6% de queda), o que revela um consumidor mais cauteloso diante das incertezas ainda presentes na economia.
Em números globais, entre janeiro e novembro, as empresas de capitalização registraram uma receita de R$ 19,2 bilhões, montante 3,1% superior ao alcançado no mesmo período de 2017. Foram pagos R$ 985,7 milhões em sorteios a clientes de todo o País, o que equivale à entrega de R$ 4,2 milhões em prêmios por dia útil. O setor injetou na economia R$ 15,7 bilhões em resgates finais e antecipados realizados por clientes. Esse montante foi 3,6% menor, se comparado aos primeiros 10 meses do ano de 2017.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia