Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 04 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aeroportos

04/01/2019 - 18h57min. Alterada em 04/01 às 19h19min

O que já está mudando nas instalações do Aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre

Nova área de embarque internacional é uma das novidades do aeroporto em Porto Alegre

Nova área de embarque internacional é uma das novidades do aeroporto em Porto Alegre


MARIANA CARLESSO/JC
Bruna Oliveira
Quem frequenta o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, deve se preparar para ver mudanças para todo lado. Logo na chegada o nome na fachada reforça os novos tempos, pois agora é Porto Alegre Airport, sob a direção da Fraport Brasil Porto Alegre, subsidiária do grupo de alemão detentor da concessão desde o começo de 2018.
O ano de 2019 vai ser marcado por novas estruturas físicas, dentro e fora do Terminal de Passageiros (TPS) 1, que tem a maior operação e será o único com pousos e decolagens. O TPS 2, que é o prédio do antigo do aeroporto, será desativado para voos ao longo do ano.    
Desde outubro do ano passado, as primeiras transformações estão mais visíveis, principalmente nas áreas de check-in das companhias, embarque de passageiros e serviços, como lojas e restaurantes. Uma das novidades é a transferência do embarque internacional do segundo piso para o terceiro. Já o embarque doméstico continua ainda no segundo nível, mas deve passar ao terceiro até outubro deste ano.  
O prazo final de entrega das obras que mexem na estrutura da operação é outubro deste ano. Depois, ganhará forma a etapa da ampliação da pista, que deve ser concluída até 2021. A extensão passará dos atuais 2,280 mil metros para 3,2 mil metros.   
O Jornal do Comércio fez um tour pelo TPS 1, onde ocorrem as principais alterações, para ver de perto o que muda para o fluxo de usuários. Uma das maiores obras de construção civil e que terá maior impacto na capacidade é a ampliação do terminal, que ocorre na continuidade do prédio atual. 
> VÍDEOS JC: Confira o tour da repórter do JC
Com as múltiplas intervenções, é inevitável que os passageiros se percam ou tenham dificuldades de se situar. Na movimentação intensa da volta do Réveillon, nessa quarta-feira (2), muitas pessoas tiveram de se socorrer no balcão de informações para tirar dúvidas e se localizarem no novo espaço.
E não era para menos. No 2° piso, onde está grande parte das alterações, a área que era ocupada pela Latam foi fechada. Com isso, os passageiros da companhia precisam fazer o check-in nos guichês de atendimento juntamente com as demais companhias.  
De acordo com o último balanço da Fraport, o aeroporto fechou 2018 com 35% das obras finalizadas. A circulação de funcionários trabalhando também é intensa. Cerca de dois mil trabalhadores atuam na ampliação do terminal, que totalizará investimento de R$ 1,5 bilhão, incluindo a extensão da pista. 
O aeroporto movimentou até novembro de 2018 pouco mais de 8,1 milhões de passageiros em voos nacionais e internacionais em 11 meses do ano passado. A Fraport projeta 10,1 milhões de passageiros em 2021 e 11,2 milhões em 2023, alta de 36% em cinco anos.

Confira cada uma das mudanças no Terminal 1

1° Pavimento

{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/206x137/1_lp_020119___aeroporto__33_-8585528.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c2cd513317d5', 'cd_midia':8585528, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/lp_020119___aeroporto__33_-8585528.jpg', 'ds_midia': 'Obras no aeroporto Salgado Filho.  Na foto: locadoras de carros no primeiro andar', 'ds_midia_credi': 'LUIZA PRADO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Obras no aeroporto Salgado Filho.  Na foto: locadoras de carros no primeiro andar', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Empresas de locação de carros já ocupam novo local definitivo. Luiza Prado/JC
  • O que mudou: O primeiro andar tem menos alterações visíveis. Permanece como área de desembarques domésticos e internacionais e de centrais de órgãos públicos, como Receita Federal, Procon, Polícia Civil e Anac. A novidade é o novo posto do Ministério da Saúde, que abriga a Anvisa, que antes ficava no segundo piso, onde os passageiros podem obter comprovantes de vacinação para viagens nacionais e internacionais. Outra alteração é a troca de local das empresas de locação de carros, que passaram da saída em frente ao desembarque para o outro lado de acesso. 
  • O que vai mudar: área será conectada ao prédio de ampliação do TPS1 com aumento da área de desembarque.
  • Prazo de conclusão: outubro de 2019

2° Pavimento

{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/206x137/1_lp_020119___aeroporto__15_-8585511.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c2cd513317d5', 'cd_midia':8585511, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/lp_020119___aeroporto__15_-8585511.jpg', 'ds_midia': 'Obras no aeroporto Salgado Filho.  Na foto: redução do espaço para as obras', 'ds_midia_credi': 'LUIZA PRADO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Obras no aeroporto Salgado Filho.  Na foto: redução do espaço para as obras', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Área que era ocupada pela Latam foi fechada em outubro. Foto Luiza Prado/JC
  • O que mudou: o espaço destinado ao check-in e embarque da Latam (antigo puxadinho feito para a Copa do Mundo) foi fechado em outubro. Desde então, as operações da companhia são realizadas nos guichês gerais do andar, junto as demais empresas áreas.
  • O que vai mudar: o andar vai concentrar todas as operações de check-in. A ampliação da área vai separar, de um lado, o check-in doméstico e, do outro, o internacional. Com o término das obras, previsto para o segundo trimestre, também está prevista a transferência das operações da Azul, hoje realizadas no TPS 2, para o novo espaço. 
  • Prazo de conclusão: agosto de 2019

3° Pavimento

{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/206x137/1_lp_020119___aeroporto__23_-8585519.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c2cd513317d5', 'cd_midia':8585519, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/lp_020119___aeroporto__23_-8585519.jpg', 'ds_midia': 'Obras no aeroporto Salgado Filho.  Na foto: redução do espaço para as obras', 'ds_midia_credi': 'LUIZA PRADO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Obras no aeroporto Salgado Filho.  Na foto: redução do espaço para as obras', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Último andar deve receber novas operações de lojas e restaurantes. Foto Luiza Prado/JC
  • O que mudou: é onde estão as alterações mais visíveis aos passageiros. O local já abriga o embarque internacional de passageiros, que já está instalado em espaço definitivo. Parte do andar está fechado para receber novas operações de lojas e restaurantes. Os restaurantes Executive, Botequim Brasil e Belgatto encerraram as atividades na primeira quinzena de dezembro. Em fevereiro, as alterações devem afetar as operações do McDonald's, Boali Subway e TropCafé, que terão de deixar os atuais espaços.
  • O que vai mudar: com a ampliação do TPS1, o andar vai abrigar também os embargues domésticos. Após fazer o check-in no segundo andar, os passageiros subirão ao terceiro piso, na nova área, localizada à esquerda. A reformulação dos restaurantes deve dar cara nova ao andar. Os trâmites de seleção dos empreendimentos que vão ocupar as vagas ainda estão em andamento. Novas operações em formato quiosque também estão sendo negociadas.
  • Prazo de conclusão: junho de 2019

Ampliação do Terminal 1

{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/206x137/1_mc020118_aeroporto__264_-8587001.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c2d36ba2303b', 'cd_midia':8587001, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/mc020118_aeroporto__264_-8587001.jpg', 'ds_midia': 'Obras no aeroporto Salgado Filho', 'ds_midia_credi': 'MARIANA CARLESSO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Obras no aeroporto Salgado Filho', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Construção será anexada à área já existente do Termina 1. Foto Mariana Carlesso/JC
  • O que mudou: o prédio que está em construção será anexado à área já existente do Terminal 1 para ampliar a capacidade de movimentação de passageiros e aeronaves. 
  • O que vai mudar: As posições de aeronaves passam de 25 para 28. Serão mais 24 portões e 14 pontes de embarques.
  • Prazo de conclusão: outubro de 2019
Estacionamentos
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/206x137/1_lp_020119___aeroporto__30_-8585525.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c2cd513317d5', 'cd_midia':8585525, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/01/02/lp_020119___aeroporto__30_-8585525.jpg', 'ds_midia': 'Obras no aeroporto Salgado Filho.  Na foto: área externa, garagem', 'ds_midia_credi': 'LUIZA PRADO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Obras no aeroporto Salgado Filho.  Na foto: área externa, garagem', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Prédio vai dispor de 4,3 mil novas vagas de estacionamento. Foto Luiza Prado/JC
  • O que mudou: a construção do novo edifício-garagem está bastante avançada. O prédio, localizado próximo ao Terminal de Passageiros 1, já é visível na parte externa do aeroporto. 
  • O que vai mudar: edifício de quatro níveis vai totalizar 4,3 mil novas vagas de estacionamento.
  • Prazo de conclusão: junho de 2019
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia