Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 31 de dezembro de 2018.
Dia de São Silvestre.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Inovação

Edição impressa de 31/12/2018. Alterada em 31/12 às 01h00min

Startup brasileira de robô pessoal chega aos EUA

A Tobyto, fabricante brasileira de um robô pessoal, ou melhor, de um urso robô avançado, está abrindo um escritório em Boston, Massachusetts nos Estados Unidos. O local abrigará o laboratório de robótica dos ursos na terra do Tio Sam. "Estamos superanimados de chegar onde a magia da tecnologia robótica acontece. Estamos vislumbrando um futuro onde máquinas e pessoas caminham lado a lado", afirma o CEO e idealizador do Tobyto, Marlon Ferreira.
A startup brasileira é responsável pelo desenvolvimento de robôs avançados com inteligência artificial (IA) que podem falar, andar e pegar objetos. Seu principal robô é um filhote de urso pardo chamado Tobyto. Ele possui altura em torno de 60 cm, tem personalidade própria e a inteligência do seu cérebro artificial se equipara ao de uma criança pequena.
Tobyto conversa com as pessoas, e também é capaz de iniciar alguns diálogos. Assim como acontece com os ursos, reais, a audição do Tobyto é superior a dos seres humanos. Por meio de câmeras instaladas em seu rosto, o robô pode fazer reconhecimento facial, gravar vídeos e tirar fotos. O urso robô é atualmente cofundador e co-CEO da sua própria startup.
O laboratório da startup nos Estados Unidos deve começar a funcionar no próximo trimestre. E o processo de internacionalização do Tobyto só está começando, segundo informado pela startup, o urso robô quer marcar território também no Japão, China, Coreia do sul e Alemanha.
Tobyto fará uma rodada de investimento nos EUA em breve, para ser capaz de comprar outros robôs e startups de robótica e inteligência artificial para acelerar o desenvolvimento e consequentemente chegar mais rápido aos consumidores e liderar o mercado. O primeiro lote de robôs já está todo pré-vendidos. "Nosso urso robô está prestes a sair de sua hibernação, ser seu melhor amigo e mudar o mundo", comemora Ferreira.
Esse robô pessoal foi concebido para ser o melhor amigo das pessoas, fazendo companhia e ajudando em tarefas de casa, como acordar, gerenciar a agenda, enviar e ler mensagens. Ele também consegue controlar objetos conectados da sua casa ou trabalho, como termostato, fechaduras, luzes e tomadas. E também pegar pequenos objetos, como um smartphone.
Além do robô para casa, Tobyto possui uma versão militar de seus robôs, exclusivo para as forças armadas. Estes soldados robóticos usam componentes eletrônicos mais avançados, acessórios militares (coletes, mochilas e capacetes) e têm como missão principal ajudar a transportar equipamentos militares e fazer reconhecimento do campo de batalha buscando ameaças.
Esse é um mercado altamente potencial. Relatório da Research and Markets aponta que a indústria robótica global vai expandir de US$ 34,1 bilhões em 2016 para US$ 226,2 bilhões em 2021, representando uma taxa de crescimento anual composta de 46%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia