Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Edição impressa de 13/12/2018. Alterada em 13/12 às 01h00min

Brasil ultrapassa metas de redução de emissões de gases

O setor agropecuário brasileiro já alcançou entre 68% e 105% da meta a que se propôs para reduzir as emissões de gases do efeito estufa, informou ontem, em nota, o Ministério da Agricultura. Conforme a pasta, um total entre 100,21 milhões e 154,38 milhões de toneladas de CO2 equivalente, entre 2010 e 2018, foi mitigado por meio de boas práticas agropecuárias, contempladas sobretudo no Plano ABC (agricultura de baixo carbono).

Este plano setorial, específico para agropecuária, faz parte dos compromissos assumidos pelo Brasil junto à Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC na sigla em inglês). Os avanços obtidos até o momento estão sendo apresentados em Katowice, Polônia, durante a 24ª Conferência das Partes (COP24), que ocorre até o dia 14.

As principais práticas de agropecuária sustentável adotadas dentro do Plano ABC são integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF); plantio direto na palha; fixação biológica de nitrogênio, tratamento de dejetos de animais e florestas plantadas.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia