Porto Alegre, sexta-feira, 13 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Indústria

Notícia da edição impressa de 28/11/2018. Alterada em 27/11 às 22h28min

Empresa gaúcha vira fornecedora do Gripen

Aviões militares suecos utilizarão tecnologia desenvolvida no Estado

Aviões militares suecos utilizarão tecnologia desenvolvida no Estado


/SAAB /DIVULGAÇÃO/JC
Os 60 caças Gripen E encomendados pela Suécia passarão a incluir, a partir de 2020, displays desenvolvidos pela AEL Sistemas, empresa com sede em Porto Alegre, permitindo harmonizar os programas brasileiro e sueco. Os três displays - Wide Area Display (WAD), Head-Up Display (HUD) e Helmet Mounted Display (HMD) - foram desenvolvidos, inicialmente, para atender às necessidades operacionais da Força Aérea Brasileira (FAB). Como resultado da nova configuração harmonizada das aeronaves, os displays serão também exportados para os caças Gripen e da Força Aérea sueca. O novo acordo transforma a AEL Sistemas em um dos principais fornecedores globais da Saab.
Os 60 caças Gripen E encomendados pela Suécia passarão a incluir, a partir de 2020, displays desenvolvidos pela AEL Sistemas, empresa com sede em Porto Alegre, permitindo harmonizar os programas brasileiro e sueco. Os três displays - Wide Area Display (WAD), Head-Up Display (HUD) e Helmet Mounted Display (HMD) - foram desenvolvidos, inicialmente, para atender às necessidades operacionais da Força Aérea Brasileira (FAB). Como resultado da nova configuração harmonizada das aeronaves, os displays serão também exportados para os caças Gripen e da Força Aérea sueca. O novo acordo transforma a AEL Sistemas em um dos principais fornecedores globais da Saab.
A padronização dos programas Gripen E/F brasileiro e sueco é exemplificada pelas inovações oferecidas pela AEL Sistemas e promove uma transferência de tecnologia inversa, do Brasil para o mundo. Este acordo supera as expectativas da FAB no que se refere ao aumento da capacidade da indústria nacional, um dos grandes objetivos do programa Gripen brasileiro, e é fruto de intensa transferência de tecnologia e colaboração técnica entre Saab e AEL.
"Estamos satisfeitos com o fato de a escolha de uma configuração específica de displays, realizada pela Força Aérea Brasileira, ter sido aceita para equipar os caças Gripen E da Força Aérea Sueca, padronizando as duas frotas com uma configuração de última geração, que coroa a parceria entre a AEL e a Saab. Tanto o WAD quanto os outros dispositivos são únicos e oferecem aos pilotos do Gripen E/F uma consciência situacional que não existia no passado", diz Sergio Horta, presidente da AEL Sistemas.
Além do WAD, a AEL também fornecerá aos caças Gripen E suecos o HUD - um display com amplo campo de visão que fornece ao piloto as informações essenciais de voo e de missão diretamente na parte frontal superior do cockpit - e o HMD - um capacete que permite ao piloto ver os dados e as imagens dos alvos reais e virtuais, adicionando funcionalidades que aumentam as capacidades de julgamento e consciência situacional do piloto.
A negociação é resultado de um programa de transferência de tecnologia. De um lado, a Saab compartilha sua experiência no desenvolvimento e na construção de caças e sistemas complexos com a indústria brasileira. Em contrapartida, a AEL desenvolveu sistemas exclusivos que beneficiam tanto a FAB quanto a Força Aérea Sueca.
"Este é um passo muito importante no desenvolvimento e inovação do Gripen E/F globalmente. Exportar este tipo de equipamento complexo e exclusivo é resultado de uma cooperação efetiva entre Brasil e Suécia, e é um grande momento na cooperação industrial no programa Gripen em todo o mundo", diz Mikael Franzén, diretor e chefe da unidade de negócio Gripen Brasil da Saab Aeronautics.
Agora, a empresa brasileira torna-se parte da cadeia de produção global do Gripen. Todos os pedidos futuros dos Gripen terão os três displays (WAD, HUD e HMD) desenvolvidos pela AEL Sistemas como padrão.
Em fevereiro de 2015, a Saab anunciou a seleção da AEL Sistemas como parceira para o desenvolvimento dos caças Gripen E/F para a Força Aérea Brasileira, com a função de desenvolver e fornecer o WAD, o HUD e o HMD. Na ocasião, também foi assinado um contrato entre as empresas para a transferência de tecnologia.
A AEL entregou os modelos A, B e C do protótipo das unidades do WAD para o Gripen do Brasil, respectivamente, em 2015, 2016 e 2018. Em maio de 2016, a empresa anunciou a entrega da aplicação de Interface Homem-Máquina (Human-Machine Interface - HMI) para o WAD, uma versão preliminar de software que demonstra os conceitos de HMI da Saab para o futuro WAD.