Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de agosto de 2018.
Dia do Artista.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

VAREJO

Edição impressa de 24/08/2018. Alterada em 23/08 às 21h57min

Expoagas atinge R$ 508,5 milhões em negócios

Incremento está conectado à visibilidade atingida pela feira, diz Longo

Incremento está conectado à visibilidade atingida pela feira, diz Longo


/DANI VILLAR/AGAS/DIVULGAÇÃO/JC
Carolina Hickmann

A edição de 2018 da Expoagas foi encerrada nesta quinta-feira com R$ 508,5 milhões em negócios. O montante representa alta de 5% em relação ao encontro do ano passado. A feira, que antecipa tendências de produtos, equipamentos e serviços ao setor supermercadistas, reuniu total de 48,2 mil visitantes nos três dias de evento.

O presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, conta que um levantamento realizado mostrou que 29% dos visitantes estiveram no evento pela primeira vez, o que demonstra a oxigenação da possibilidade de parcerias. Acrescido a isso, o dirigente comemora o crescimento em negócios realizados na feira ter sido maior que a previsão de expansão do setor em 2018, avaliada em 1%. Isso, diz, mostra que as empresas estão dispostas a ser criativas para alcançar crescimento.

O incremento em negócios, na avaliação de Longo, está conectado à visibilidade atingida pela feira, que levou, inclusive, a organização a disponibilizar espaços para a participação de 40 expositores a mais nesta edição. Para o evento do ano que vem, comenta o dirigente, 80% da feira já está comercializada. A expectativa de Longo é que até o dia 31 deste mês o restante dos estantes sejam ocupados.

Nesta edição, ao total, 6,7 mil empresas do varejo estiveram representadas no encontro. Os principais compradores (70%) do evento são do varejo gaúcho. Por outro lado, a participação dos demais estados também é relevante e significa 29% das comercializações da Expoagas. O 1% restante indica o mercado externo em busca de novidades da cadeia gaúcha. Longo comenta que este ano representantes de 11 países estiveram na feira fazendo negócios, inclusive uma comitiva de importadores de Uganda, o que demonstra a força dos supermercadistas gaúchos.

O presidente relata que um dos objetivos principais da feira é justamente fortalecer a indústria gaúcha. "Nos últimos 10 anos perdemos 15% de participação no PIB. Sempre torcemos para que os segmentos aumentem homogeneamente, já que todos profissionais são os clientes dos supermercadistas", relata. Contudo, o dirigente lembra que o setor ao qual representa costuma ser bastante estável. "Enquanto alguns segmentos tinham altas de 15%, tivemos altas de 2%, porém, enquanto outros tinham quedas de 15%, empatávamos", lembra.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia