Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

mercado financeiro

13/08/2018 - 15h22min. Alterada em 13/08 às 15h22min

Ouro fecha abaixo de US$ 1.200 pela 1ª vez desde janeiro em meio ao dólar forte

Os contratos futuros de ouro fecharam em queda nesta segunda-feira, para abaixo do nível psicologicamente importante de US$ 1.200 a onça-troy, pela primeira vez desde o final de janeiro, em meio ao fortalecimento do dólar ao redor do mundo.
Os contratos futuros de ouro fecharam em queda nesta segunda-feira, para abaixo do nível psicologicamente importante de US$ 1.200 a onça-troy, pela primeira vez desde o final de janeiro, em meio ao fortalecimento do dólar ao redor do mundo.
Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para entrega em outubro fechou em queda de 1,64%, para US$ 1.194,20 por onça-troy.
A queda em ouro ocorreu em meio ao fortalecimento do dólar devido às preocupações com a Turquia. A lira turca continuou a derreter ante o dólar com os investidores preocupados com a saúde financeira do país.
Um dólar mais forte tende a pesar sobre as negociações de ativos na moeda americana, uma vez que ficam mais caros aos detentores de outras divisas.