Porto Alegre, sábado, 14 de março de 2020.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Desenvolvimento

18/07/2018 - 15h45min. Alterada em 18/07 às 16h06min

Bndes escolhe Domo Invest como gestora de fundo para startups

Previsão é que banco pague R$ 26 bilhões à União em 2019

Previsão é que banco pague R$ 26 bilhões à União em 2019


RAFAEL ANDRADE/FOLHAPRESS/JC
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) escolheu a Domo Invest como gestora do fundo de investimentos em empresas nascentes que está constituindo. O Fundo de Coinvestimento Anjo da BndesPar, empresas de participações do banco de fomento, terá R$ 100 milhões e um prazo de dez anos de duração.
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) escolheu a Domo Invest como gestora do fundo de investimentos em empresas nascentes que está constituindo. O Fundo de Coinvestimento Anjo da BndesPar, empresas de participações do banco de fomento, terá R$ 100 milhões e um prazo de dez anos de duração.
A Domo Invest foi selecionada em processo do qual participaram 14 concorrentes, informou o Bndes em nota divulgada nesta quarta-feira (18). O foco dos investimentos do fundo são startups com faturamento anual inferior a R$ 1 milhão, de diversos setores. Segundo a nota do Bndes, o investimento inicial será de R$ 500 mil por empresa.
Como o fundo será "multiestágio", as empresas nascentes com bom desempenho poderão receber mais rodadas de capitalização. Esses investimentos adicionais poderão atingir até R$ 5 milhões por empresa.