Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cultura

- Publicada em 29 de Abril de 2022 às 14:58

Alexandre Fritzen da Rocha lança álbum comemorativo aos seus 30 anos de trajetória musical

Compositor apresenta estilo eclético em seu álbum solo

Compositor apresenta estilo eclético em seu álbum solo


Roque Rodrigues/Divulgação/JC
O instrumentista, compositor, pesquisador e professor de música Alexandre Fritzen da Rocha lança, neste sábado (30), um álbum de coletâneas de músicas de sua autoria, em comemoração aos seus 30 anos de carreira. Intitulado Mosaico em Paralelo 30, este é o segundo álbum solo do compositor e estará disponível gratuitamente no Bandcamp, Soundcloud e YouTube (canal do artista). 
O instrumentista, compositor, pesquisador e professor de música Alexandre Fritzen da Rocha lança, neste sábado (30), um álbum de coletâneas de músicas de sua autoria, em comemoração aos seus 30 anos de carreira. Intitulado Mosaico em Paralelo 30, este é o segundo álbum solo do compositor e estará disponível gratuitamente no Bandcamp, Soundcloud e YouTube (canal do artista). 
Doutor em órgão pelo Programa de Pós-Graduação em Música da Ufrgs, Fritzen é mestre, bacharel e licenciado em música pela mesma instituição, e especialista em Educação Musical pela Censupeg. Indicado como um dos cinco principais instrumentistas eruditos do Brasil no 6º Prêmio Profissionais da Música (2021), possui uma atuação híbrida no cenário musical, tendo realizado centenas de apresentações em nove estados brasileiros, Argentina, Espanha, Letônia e Uruguai.
Sua trajetória como instrumentista engloba a participação em mais de dez álbuns de diferentes artistas. Integrou diversos projetos musicais, dentre os quais Camerata Brasileira, Rotalunar, Coletivo de Música Popular da UFRGS, Carmen Correa, Meninas Cantoras de Nova Petrópolis, Renascentes e Coro Juvenil do Moinho/UCS. Atualmente é líder e produtor musical do grupo Dora Avante, trabalhando com canções autorais.
Como compositor, tem seu nome incluso no Anuário Viva Música do Ministério da Cultura desde 2009, publicação que nomeia os principais representantes da música no Brasil. Compõe música de câmara, eletroacústica e canção. Assinou a trilha de peças de teatro, dança, jogos digitais e cinema, entre uma série de outros trabalhos.
Com cerca de 80 minutos de duração, o novo trabalho conta com 13 obras compostas pelo músico no período entre 2007 e 2020, incluindo música de câmara, eletroacústica e paisagem sonora. Estarão presentes na coletânea versões ao vivo de interpretações realizadas em Porto Alegre, Goiânia (GO) e Belo Horizonte (MG), além de obras eletrônicas inéditas e música para piano, violino, flauta transversal e órgão de tubos.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO