Porto Alegre, terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Dia da Reforma Agrária.
Porto Alegre,
terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Gente

- Publicada em 30/11/2021 às 12h56min.

Fotógrafo Cláudio Etges morre vítima de Covid aos 62 anos

Etges tinha como marca de seus trabalhos capturar momentos únicos da arte

Etges tinha como marca de seus trabalhos capturar momentos únicos da arte


Facebook/Reprodução/JC
Com mais de 40 anos de experiência em fotografias e reconhecido internacionalmente por seu estilo único dedicado a registrar arte, em especial a dança, o teatro e a música, Cláudio Etges, 62 anos, perdeu a batalha para a Covid-19 na manhã desta terça-feira (30).
Com mais de 40 anos de experiência em fotografias e reconhecido internacionalmente por seu estilo único dedicado a registrar arte, em especial a dança, o teatro e a música, Cláudio Etges, 62 anos, perdeu a batalha para a Covid-19 na manhã desta terça-feira (30).
Em menos de uma semana, Etges sentiu os sintomas, como dor no corpo, e descobriu que, mesmo tendo tomado as três doses da vacina contra a doença, estava infectado. Com a piora do quadro, foi internado e ficou entubado dois dias na UTI, onde acabou falecendo.
Natural de Porto Alegre, formou-se em Psicologia pela Unisinos, mas sempre se dedicou a registrar imagens com seu toque especial. Suas fotos foram publicadas em outdoors, cartazes, CDs, livros, revistas, e jornais de abrangência nacional e internacional.
Desde 1980, dedicou-se profissionalmente a fazer o registro de grupos de dança e teatro em Porto Alegre e no interior do Estado, trabalho este que resultou em um dos maiores acervos fotográficos do movimento cultural gaúcho, com a publicação de livros, exposições e no recebimento de prêmios e homenagens.
Seus últimos trabalhos estavam voltados ao registro de importantes Escolas de Dança e Festivais em Porto Alegre, no interior do estado e em Santa Catarina. Etges desenvolvia também trabalho documental de expressão pessoal em estúdio e em eventos especiais.
Ao longo do sua trajetória, realizou exposições em diferentes espaços culturais de Porto Alegre, do interior do Estado e de Santa Catarina e integrou a equipe de fotógrafos que publicou um livro em comemoração aos 150 anos do Theatro São Pedro.

Premiações do artista

  • 1996 – Troféu Açorianos Especial, oferecido pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre, em reconhecimento ao seu trabalho como fotógrafo das artes cênicas na cidade de Porto Alegre.
  • 2003 - Troféu " Bandoneon", oferecido pela casa de espetáculos El Tango, por contribuir com o trabalho fotográfico na divulgação do tango na imprensa.
  • 2004 - "Destaques da Dança", oferecido pelo teatro do SESI, pela contribuição à arte da dança no estado do Rio Grande do Sul.
  • 2007 -"Incentivo à Arte da Dança", oferecido pela Sociedade Pró Ballet de Caxias do Sul durante o VII Festival Latino-Americano de Danças.
  • 2008 - Troféu Açorianos Especial, oferecido pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre, pela qualidade de seu trabalho no registro das artes cênicas da cidade.
  • 2020 - Acrescer 2020 Prêmio Açorianos de Dança - Personalidade do Ano.
  • 2021 - Prêmio Trajetórias Culturais - RS.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO