Porto Alegre, segunda-feira, 09 de agosto de 2021.
Dia Internacional dos Povos Indígenas.
Porto Alegre,
segunda-feira, 09 de agosto de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

MEMÓRIA

- Publicada em 16h36min, 09/08/2021.

Liliana Cardoso é homenageada como Patrona dos Festejos Farroupilhas

A ativista cultural é a primeira mulher negra a receber tal condecoração

A ativista cultural é a primeira mulher negra a receber tal condecoração


SMC/DIVULGAÇÃO/JC
Nesta segunda-feira (9), às 20h, Liliana Cardoso participa como convidada da live Segunda cultural, transmitida ao vivo pelo Facebook do Repórter Farroupilha. A declamadora e ativista cultural é a primeira mulher negra a ser homenageada como Patrona dos Festejos Farroupilhas. A conversa conta ainda com a participação do Coordenador de Música da Secretaria Municipal da Cultura, Elton Saldanha, e Vinícius Garcia, diretor da concessionária do Parque da Harmonia.
Nesta segunda-feira (9), às 20h, Liliana Cardoso participa como convidada da live Segunda cultural, transmitida ao vivo pelo Facebook do Repórter Farroupilha. A declamadora e ativista cultural é a primeira mulher negra a ser homenageada como Patrona dos Festejos Farroupilhas. A conversa conta ainda com a participação do Coordenador de Música da Secretaria Municipal da Cultura, Elton Saldanha, e Vinícius Garcia, diretor da concessionária do Parque da Harmonia.
Natural de Porto Alegre, Liliana pretende fazer de sua gestão um espaço para diálogo, reconhecimento e reparação na história das tradições gaúchas. Como legado, quer deixar uma página nas redes sociais com o objetivo de criar um canal de comunicação permanente com os envolvidos nos festejos gauchescos.
Além disso, ela deseja realizar lives quinzenais chamadas Um mate com a patrona, recebendo convidados especiais para uma prosa descontraída valorizando a reflexão e a conexão entre gaúchos e gaúchas. Por fim, irá lançar um livro no dia 20 de setembro com um grupo de coautores especialistas e estudiosos que pesquisam a presença negra na história do Estado.
“Há muito tempo nós, negros, demandamos o protagonismo na narrativa de nossas histórias. Nós queremos apresentar nossa voz, nossas versões, e desde já convido pesquisadores, estudiosos e pessoas que guardam a memória de nossas raízes para se juntar a esse processo”, declara a homenageada.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário