Porto Alegre, sexta-feira, 04 de junho de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 04 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

artes cênicas

- Publicada em 19h35min, 04/06/2021.

Espetáculo celebra a força dos cortejos artísticos na beira da praia

Atores, bailarinos e artistas visuais criaram apresentação que chega ao Litoral neste sábado (5)

Atores, bailarinos e artistas visuais criaram apresentação que chega ao Litoral neste sábado (5)


CARLOS DE LOS SANTOS/DIVULGAÇÃO/JC
Para celebrar a história dos povos originários, a memória das deusas e entidades, as forças da natureza contidas dentro dos oceanos, o espetáculo de dança Cortejo ao mar será apresentado neste sábado (5), na beira da praia, em Rondinha, Capão da Canoa e Tramandaí. Outra apresentação ocorre em 26 de junho na praia do Cassino, no Litoral Sul.
Para celebrar a história dos povos originários, a memória das deusas e entidades, as forças da natureza contidas dentro dos oceanos, o espetáculo de dança Cortejo ao mar será apresentado neste sábado (5), na beira da praia, em Rondinha, Capão da Canoa e Tramandaí. Outra apresentação ocorre em 26 de junho na praia do Cassino, no Litoral Sul.
Respeitando os protocolos de segurança vigentes em função da pandemia da Covid-19, o cortejo é dirigido por Marsal Rodrigues e tem financiamento da Lei Aldir Blanc. A montagem traz para a cena o resultado de meses de trabalho com a inspiração potente do mar e seus deuses, mistérios, profundidade e perigos, a ancestralidade dos cortejos no mar, oferendas, fé e esperança.
O resultado final, ou seja, a encenação propriamente dita, é fruto do trabalho de pesquisa e ensaio individual de cada ator/bailarino que, ao longo do processo trocaram impressões, suas histórias, seus arquétipos e personagens. Durante o andamento do projeto, foram gravadas cenas, performances dos atores em suas casas e os bastidores que formam o espetáculo - essas gravações estão no vídeo veiculado nas redes do projeto.
Não é a primeira vez que Marsal propõe um trabalho nesse formato. Faz 20 anos que trabalha com experimentos em rede e a distância. Com prêmios nacionais e internacionais, realizou o primeiro espetáculo Lá e cá em dois locais de forma simultânea formando um único trabalho. Na sequência, veio o #Tapiocatouch, que estreou na Alemanha onde o grupo encontrou-se pela primeira para apresentar e que depois percorreu o Brasil em excursão.
Como produtor, diretor e criador do projeto, Marsal vem desenvolvendo essas metodologias de trabalho por meio de redes e assim congregando pessoas das mais diferentes trajetórias e vertentes artísticas. "Cada um neste projeto é impar, tem seu histórico, e se torna de extrema importância na construção deste movimento", afirma.

CORTEJO AO MAR

Dia 5 de junho, sábado
Pontos de encontro:
* Rondinha – às 10h30min - saída da Rua Capivari, próximo ao Super Bolão/ na beira da praia - direção Norte
* Capão da Canoa – às 13h30min - saída da Av. Central esquina com Av. Beira Mar / na beira da praia - direção Norte
* Tramandaí – às 15h30min - saída da Av. Beira Mar esquina com Rua Delmar Antonio Rodrigues, próximo ao monumento à Iemanjá / na beira da praia - direção Norte
Dia 26 de junho, sábado
* Cassino – às 11h - saída da Av. Rio Grande esquina com Beira Mar, próximo ao monumento a Iemanjá / na beira da praia - direção Norte
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário