Porto Alegre, terça-feira, 27 de abril de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 27 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

artes cênicas

- Publicada em 20h55min, 27/04/2021. Atualizada em 23h00min, 27/04/2021.

Assume a nova diretora do Teatro de Arena

Nomeação de Gabriela Vier Munhoz foi publicada no DOE nesta terça-feira (27)

Nomeação de Gabriela Vier Munhoz foi publicada no DOE nesta terça-feira (27)


ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
Foi publicada no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul (DOE) desta terça-feira (27) a nomeação de Gabriela Vier Munhoz como colaboradora da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac). Ela assume a direção do Instituto Estadual de Artes Cênicas (Ieacen) e do Teatro de Arena (localizado nos Altos do Viaduto Otávio Rocha, na Avenida Borges de Medeiros, Centro Histórico de Porto Alegre), no lugar de Jessé Oliveira, que passou a integrar a Secretaria de Cultura da Capital.
Foi publicada no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul (DOE) desta terça-feira (27) a nomeação de Gabriela Vier Munhoz como colaboradora da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac). Ela assume a direção do Instituto Estadual de Artes Cênicas (Ieacen) e do Teatro de Arena (localizado nos Altos do Viaduto Otávio Rocha, na Avenida Borges de Medeiros, Centro Histórico de Porto Alegre), no lugar de Jessé Oliveira, que passou a integrar a Secretaria de Cultura da Capital.
Instituição da Sedac, o Teatro de Arena foi Fundado pelo Grupo de Teatro Independente, então composto por Jairo de Andrade, Araci Esteves, Alba Rosa, Câncio Vargas, Hamilton Braga e Edwiga Falej, foi inaugurado em 17 de outubro de 1967, com a peça O Santo Inquérito, de Dias Gomes. O Arena atuou como um núcleo de resistência cultural no período da Ditadura Militar (1964-1985).
Natural de Lajeado, Gabriela é atriz formada na UniverCidade do Rio de Janeiro, onde residiu por 16 anos. De volta ao solo gaúcho desde 2020, atuou frente ao relacionamento da Fundação Iberê Camargo. Como gestora de projetos, produziu shows, eventos, festivais, ações de marketing, gastronomia e arte. Aos 37 anos, atualmente estuda filosofia e autoconhecimento na pós-graduação da Pucrs.
A diretora apresenta extensa experiência na trajetória como atriz em espetáculos teatrais e algumas atuações no cinema e na televisão (a mais atual em 2019, na novela Órfãos da Terra, da Globo, obra premiada e vencedora do Emmy Internacional). Participa de um grupo de pesquisa em investigações na cena teatral chamado obediencia.art., com artistas de diversas localidades. Gabriela também é uma das idealizadoras do Ecossistema ator|atriz, uma proposta de debates para pensar o ofício do artista através de imersões online, projeto iniciado em meio à pandemia.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário