Porto Alegre, sábado, 10 de abril de 2021.
Dia da Engenharia.
Porto Alegre,
sábado, 10 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Televisão

- Publicada em 18h08min, 08/04/2021. Atualizada em 19h52min, 10/04/2021.

TV Cultura estreia programa que destaca diversidade e cultura negra

Cris Guterres apresentará o Estação Livre, que vai ao ar nesta sexta-feira (9)

Cris Guterres apresentará o Estação Livre, que vai ao ar nesta sexta-feira (9)


NATHALIE BOHM/DIVULGAÇÃO/JC
Estreia nessa sexta-feira (9), na TV Cultura, o programa Estação Livre, apresentado pela jornalista e empreendedora Cris Guterres, considerada pela revista Forbes uma das criadoras de conteúdo mais inovadoras de 2020. Feita por uma maioria de mulheres pretas, a atração tem a missão de valorizar a cultura negra, a rica diversidade do Brasil e trazer a sociedade para repensar e ajudar a reconstruir um país mais justo para todos.
Estreia nessa sexta-feira (9), na TV Cultura, o programa Estação Livre, apresentado pela jornalista e empreendedora Cris Guterres, considerada pela revista Forbes uma das criadoras de conteúdo mais inovadoras de 2020. Feita por uma maioria de mulheres pretas, a atração tem a missão de valorizar a cultura negra, a rica diversidade do Brasil e trazer a sociedade para repensar e ajudar a reconstruir um país mais justo para todos.
O programa vai mostrar histórias, lutas e conquistas de pessoas que encontraram seus espaços e se tornaram referência no Brasil e no mundo, e também de quem apoia a diversidade de um país plural como o Brasil. Mulheres e homens de várias áreas e profissões, negros e não negros que fazem a diferença e ajudam a valorizar a cultura black. Segundo o IBGE, o Brasil é composto por 54% de pessoas pretas e pardas.
"Quanto mais tivermos um país rico em diversidade, como é o Brasil, mais ganharemos em intelectualidade, formação e cultura. Elementos que contribuem para o crescimento e não para segregar. Cada pessoa que passar pelo Estação Livre contribuirá e muito para o desenvolvimento genuíno de todos nós", afirma Kelly Castilho, diretora do programa com mais de 25 anos no mercado de filmes publicitários e cinematográficos.
Com uma hora de duração e edições temáticas, o Estação Livre tem 4 blocos, receberá convidados e contará com matérias feitas pelos jovens vídeorrepórteres Lucas Veloso e Rodney Suguita. Entre os assuntos que serão abordados estão empreendedorismo, comunidades, literatura, dança, gastronomia e artes plásticas.
"É um programa para todos, afinal a sociedade brasileira é muito diversa, composta por pessoas brancas, negras, indígenas, pessoas de descendência asiática, libanesa", diz Cris Guterres.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário