Porto Alegre, domingo, 04 de abril de 2021.
Aniversário da cidade de São Gabriel.
Porto Alegre,
domingo, 04 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

gente

- Publicada em 17h55min, 04/04/2021.

Agnaldo Timóteo, morto por Covid, é enterrado sob aplausos em cemitério do Rio

Músico morreu no sábado, aos 84 anos, após 17 dias internado para tratar da doença

Músico morreu no sábado, aos 84 anos, após 17 dias internado para tratar da doença


JAIR BERTOLUCCI/DIVULGAÇÃO/JC
O corpo de Agnaldo Timóteo foi enterrado no cemitério Jardim da Saudade, na zona oeste do Rio, neste domingo (4). O cantor morreu no sábado (3), aos 84 anos, após 17 dias internado com Covid-19.
O corpo de Agnaldo Timóteo foi enterrado no cemitério Jardim da Saudade, na zona oeste do Rio, neste domingo (4). O cantor morreu no sábado (3), aos 84 anos, após 17 dias internado com Covid-19.
A cerimônia contou com poucos amigos e familiares, devido às restrições causadas pela pandemia. O sobrinho dele, Timotinho, era um dos mais emocionados. Ao final do sepultamento, houve aplausos.
Timóteo perseguiu por anos espaços em rádios, de cidade em cidade. O mineiro nascido em Caratinga, no dia 16 de outubro de 1936, gravou um disco de algum sucesso, com título ambicioso, "Surge um Astro", em 1965. Este e o disco seguinte eram repletos de versões em português de hits internacionais.
Em 1972, seu sucesso com a canção "Os Brutos Também Amam", de Roberto e Erasmo Carlos, o aproximou do emergente filão da música brega. No programa de Silvio Santos, chegou a cantar essa música dentro de uma jaula com um leão. Velho e meio banguela, mas ainda assim um leão.
O grande salto na carreira foi em 1975, quando ele definitivamente mirou o público do som brega. Em comparação com fenômenos de venda do gênero, como Odair José, Waldick Soriano e Reginaldo Rossi, Timóteo tinha um diferencial: o vozeirão poderoso, com tons graves que alcançavam um volume impressionante. Em shows, gostava de dispensar o microfone por um momento e exibir toda a potência da voz.
Nos seus últimos anos de vida, ele passou a causar polêmica por dar muitas declarações homofóbicas. Sem emplacar um hit há décadas, ele parecia haver encontrado um jeito de se manter em evidência.
A morte foi lamentada por diversos famosos nas redes sociais. "Que tristeza... Meu carinho aos familiares, amigos e fãs", escreveu Patricia Pillar no Twitter. Marcelo Adnet lembrou que Timóteo torcia para o Botafogo, assim como ele. "Vá com Deus, grande botafoguense. Lamentável fase do nosso país. Cuidem-se", publicou.
"Descanse em paz, Agnaldo Timóteo, meus sentimentos aos familiares e fãs!", escreveu Wesley Safadão. A apresentadora Sônia Abrão lamentou perder o "amigo de tantas lutas".
"Que notícia triste , meu Deus! Agnaldo Timóteo se foi...mais um perdendo para esta maldita Covid-19", afirmou Roberta Miranda.
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO