Porto Alegre, domingo, 04 de abril de 2021.
Aniversário da cidade de São Gabriel.
Porto Alegre,
domingo, 04 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

audiovisual

- Publicada em 20h08min, 04/04/2021.

Canal Futura lança faixa de conteúdo infantil com produções inéditas

'O dia em que me tornei mais forte' acompanha menina indígena em aldeia no Amazonas

'O dia em que me tornei mais forte' acompanha menina indígena em aldeia no Amazonas


CANAL FUTURA/DIVULGAÇÃO/JC
O Canal Futura lança hoje uma faixa de conteúdo infantil, com programação educativa que será segmentada por faixa etária e vai abordar temas como protagonismo das crianças, diversidade e resolução de conflitos. Entre as atrações, estão série com música de Fernanda Takai, animação da Nigéria, desenho dublado pela influenciadora Tia Má e episódio em aldeia indígena na Amazônia.
O Canal Futura lança hoje uma faixa de conteúdo infantil, com programação educativa que será segmentada por faixa etária e vai abordar temas como protagonismo das crianças, diversidade e resolução de conflitos. Entre as atrações, estão série com música de Fernanda Takai, animação da Nigéria, desenho dublado pela influenciadora Tia Má e episódio em aldeia indígena na Amazônia.
O conteúdo do Futura pode ser acessado também pelas plataformas dos Canais Globo e Globoplay, com acesso gratuito. Na TV, a nova grade de programação vai ao ar de segunda-feira a domingo, das 7h às 9h, e de segunda a sexta-feira, das 17h às 18h. As produções inéditas reforçam o apoio à agenda de direitos da infância e da adolescência e marcam o início do mês comemorativo ao Dia da Educação, em 28 de abril.
Um dos destaques é a coprodução internacional O dia em que me tornei mais forte, que conta com música-tema inédita composta pela cantora e compositora Fernanda Takai. Dois episódios foram produzidos no Brasil pelo Futura: um acompanha uma menina indígena que enfrenta barreiras impostas às mulheres em sua cultura, numa aldeia no Amazonas; o outro mostra um garoto que perdeu o pai para a Covid-19, em São Paulo. A iniciativa da instituição alemã Prix Jeunesse envolve 17 países de todo o mundo e fala sobre resiliência, a partir de histórias reais vividas por crianças.
Entre as produções brasileiras estão animações como Aventuras de Amí, da Bahia (que conta com a dublagem da jornalista e influenciadora digital Tia Má); e Bia desenha, de Pernambuco; além da série de ficção Tabuh!, que aborda temas sensíveis como morte e sexualidade.
Comentários CORRIGIR TEXTO