Porto Alegre, quarta-feira, 25 de novembro de 2020.
Dia do Doador de Sangue.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 25 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

cinema

- Publicada em 17h04min, 25/11/2020.

Estrelado por Marcélia Cartaxo, estreia o premiado filme 'Pacarrete'

Festejado por crítica e público, o título de Allan Deberton foi exibido em 39 festivais

Festejado por crítica e público, o título de Allan Deberton foi exibido em 39 festivais


LUIZ ALVES/DIVULGAÇÃO/JC
Estreia nos cinemas nesta quinta-feira (26), em diversas cidades brasileiras, incluindo Porto Alegre, o aguardado e premiado filme Pacarrete, estrelado por Marcélia Cartaxo e filmado na cidade de Russas, interior do Ceará. O título é a estreia de Allan Deberton na direção de longas. O roteiro aborda questões como a loucura, os desafios de ser artista e o drama da velhice de uma bailarina clássica. 
Estreia nos cinemas nesta quinta-feira (26), em diversas cidades brasileiras, incluindo Porto Alegre, o aguardado e premiado filme Pacarrete, estrelado por Marcélia Cartaxo e filmado na cidade de Russas, interior do Ceará. O título é a estreia de Allan Deberton na direção de longas. O roteiro aborda questões como a loucura, os desafios de ser artista e o drama da velhice de uma bailarina clássica. 
O filme é livremente inspirado na conterrânea do diretor e demorou 12 anos para ser realizado. Foi filmado em sua cidade-natal, Russas - CE, tentando colocar na tela todas as lembranças da época, do lugar, “de quando ouvi falar dela pela primeira vez”, lembra Deberton. Na trama, a protagonista, que foi professora de dança na capital, gosta de ser chamada de Pacarrete – “margarida” em francês.
Com a aposentadoria, ela retorna para sua terra, onde pretende continuar seu trabalho artístico, mas só encontra desrespeito à sua arte: em vez de plateias de admiradores e aplausos, ela se defronta com o despeito daqueles que cruzam seu caminho - e a bailarina e professora de outrora se transforma na “louca da cidade”. Na véspera da festa de 200 anos do município de Russas, Pacarrete enfrenta uma guerra para pôr em prática sua meta de fazer uma apresentação de dança como presente “para o povo”. 
O título é um dos filmes mais elogiados e festejados pela crítica e pelo público nos últimos tempos, tendo sido exibido em 39 festivais, incluindo o de Gramado em 2019, de onde saiu com 8 Kikitos - Melhor Filme, Melhor Filme Júri Popular, Melhor Direção, Melhor Atriz, Melhor Roteiro, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Desenho Sonoro. Desde então, já coleciona 27 prêmios em eventos de todo o mundo e disputou a vaga para ser o representante do Brasil para concorrer a uma vaga no Oscar 2021.
O elenco principal ainda conta com as elogiadas atrizes paraibanas Zezita Matos (das novelas Velho Chico e Amor de Mãe) e Soia Lira (Central do Brasil, Abril despedaçado), o ator baiano João Miguel (O Céu de Suely, Estômago) e os cearenses Rodger Rogério (Bacurau), Débora Ingrid (A História da Eternidade) e Samya de Lavor (Inferninho), além da participação de atores e atrizes da própria cidade. A preparação do elenco é de Christian Duurvoort (Ensaio sobre a Cegueira, O Banheiro do Papa).
Comentários CORRIGIR TEXTO