Porto Alegre, sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

audiovisual

- Publicada em 14h13min, 20/11/2020.

Estreia websérie 'Sbørnia em Revista' neste sábado no YouTube

Hique Gomez, Simone Rasslan, Claudio Levitan e André Abujamra estrelam episódios

Hique Gomez, Simone Rasslan, Claudio Levitan e André Abujamra estrelam episódios


SBORNIA PROJECTUS/DIVULGAÇÃO/JC
Roberta Requia
A Sbørnia está de volta! E, desta vez, flutuando por águas nunca antes navegadas. Neste sábado (21), às 18h, estreia no canal do YouTube A Sbørnia Kontr’Atracka a nova websérie sbørniana, Sbørnia em Revista. Ao todo serão quatro episódios, lançados semanalmente no mesmo horário. A temporada foi inteiramente gravada de forma remota, mas preservando o estilo humorístico dos clássicos programas musicais.
A Sbørnia está de volta! E, desta vez, flutuando por águas nunca antes navegadas. Neste sábado (21), às 18h, estreia no canal do YouTube A Sbørnia Kontr’Atracka a nova websérie sbørniana, Sbørnia em Revista. Ao todo serão quatro episódios, lançados semanalmente no mesmo horário. A temporada foi inteiramente gravada de forma remota, mas preservando o estilo humorístico dos clássicos programas musicais.
Além dos sbørnianos já conhecidos pelo público como Kraunus Sang (Hique Gomez), a pianista Nabiha Nabaha (Simone Rasslan) e o professor Frederick Ubaldo Kanflutz (Claudio Levitan), um novo personagem passa a fazer parte da odisseia: o alquimista Abustradamus (André Abujamra).
O novo modelo do programa vem de uma iniciativa de se fazer mais presente nos meios digitais. A pandemia, foi um pontapé inicial para que a ideia se transformasse em realidade. “Se não fosse essa questão da pandemia, íamos continuar fazendo o que fazemos sempre, que é estar na estrada. Até iríamos lançar alguma coisa, mas não produzir para a internet. Muitas vezes uma crise pode oportunizar pra dar um salto e assumir uma área que não fazíamos parte antes”, comentou Hique Gomez durante entrevista coletiva nesta semana. Segundo o músico, estar presente digitalmente nunca havia sido uma preocupação do grupo, mas que se faz mais necessário do que nunca no atual momento.
Além das apresentações musicais, Sbørnia em Revista também traz novos quadros ao programa como o Tubo do Tempo, que relembra momentos marcantes dos mais de 35 anos de estrada de Tangos e Tragédias. A chegada de Abustradamus também faz parte das novidades no novo espetáculo online. André Abujamra, que interpreta o personagem, já havia trabalhado com o grupo quando compôs a trilha sonora do filme Até que a Sbørnia nos Separe, dirigido por Otto Guerra em 2013. “Depois que trabalhamos juntos pela primeira vez, ficamos nos admirando. Nós temos o mesmo tipo de performance, uma dupla de músicos engraçados. Eu não gostava de chamar de comediante. Acho que nós somos mais uma dupla de músicos engraçados do que comediantes. Mas nós somos comediantes. Demoramos muito tempo para assumir. Nós somos músicos e também somos comediantes”, comentou Hique Gomez sobre a adição de Abustradamus ao grupo.
Os episódios se passam na terra natal dos personagens, que também estão confinados, onde esperam pela chegada do novo coronavírus, que se recusa a aportar em terras sbørnianas. “É um verdadeiro acidente geográfico e o único a seguir rigorosamente as regras de isolamento continental desde sempre”, afirma Kraunus (Hique Gomez). A Sbørnia é uma ilha que navega errante pelos mares depois de ter se desprendido do continente após uma sucessão de explosões nucleares mal-sucedidas.
Hique Gomez e Simone Rasslan comentaram sobre a dificuldade de se fazer teatro e música a distância: “Gravamos primeiro todas as músicas e depois fizemos as performances em cima das músicas. Daí tivemos que gravar pra ficar sincronizado. Mas nós fizemos algumas sessões sincronizadas com o Claudio Levitan em Santa Catarina, a Simone na Zona Norte e eu na Zona Sul, cada um na sua casa”, comentou Gomez. “Estamos aprendendo muito, embora também tivemos dificuldades iniciais, que foram básicas, de não saber como fazer nessa forma, todo mundo confinado. Eu estou considerando um resultado interessante diante das dificuldades que tivemos”, finalizou o músico que interpreta Kraunus.
Simone Rasslan, musicista de longa carreira e sbørniana desde 2016, também falou sobre a capacidade de mudanças e renovação durante o período de crise. Para ela, o processo foi difícil, mas os resultados compensaram o esforço. “Fazer música nesse formato é muito complicado. Ainda mais para nós que estamos acostumados a ir ao palco, todo mundo junto. E de longe cada um fazer a sua parte, sem o tempo do outro, sem o bafo do outro na nuca é muito difícil”, afirma.
Porém, segundo ela, o momento também foi de redescoberta de trabalhos e de uma nova maneira de criar música: “Ao mesmo tempo que foi difícil encontrar a música desse jeito, também foi muito interessante reconstruir essas músicas, criar outros arranjos, colocar outros instrumentos que no show não tem. A Sbørnia em Revista é outro produto daquelas mesmas cenas que já fazíamos. A Sbørnia é um projeto de teatro, da cena, da presença. Mas se obrigou, por causa da pandemia, a fazer esse movimento do juntos e distantes, como todo mundo tá fazendo. E nesse processo a gente inventa outro jeito. A pandemia tá fazendo a gente se reinventar”.
Comentários CORRIGIR TEXTO