Porto Alegre, sexta-feira, 06 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 06 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

literatura

- Publicada em 18h22min, 06/11/2020.

Alcy Cheuiche abre inscrições para oficina e lança obras na Feira do Livro

Escritor ministra aulas de criação literária desde 2002, resultando em publicações de coletâneas

Escritor ministra aulas de criação literária desde 2002, resultando em publicações de coletâneas


MARIANE SEVERO/DIVULGAÇÃO/JC
O escritor Alcy Cheuiche está com inscrições abertas para uma nova oficina que resultará no livro de contos Elementos essenciais da vida no planeta Terra. Ele já orientou Oficinas de Criação Literária que resultaram nas coletâneas: Água – Elemento essencial da vida (2015), Gaia – A Mãe Terra (2017) e Lutz – A história da vida de José Luzenberger / LUTZ – Die Lebensgeschichte Von José Luzenberger (2019), todos publicados pela APCEF/RS.
O escritor Alcy Cheuiche está com inscrições abertas para uma nova oficina que resultará no livro de contos Elementos essenciais da vida no planeta Terra. Ele já orientou Oficinas de Criação Literária que resultaram nas coletâneas: Água – Elemento essencial da vida (2015), Gaia – A Mãe Terra (2017) e Lutz – A história da vida de José Luzenberger / LUTZ – Die Lebensgeschichte Von José Luzenberger (2019), todos publicados pela APCEF/RS.
Nesta sexta-feira (6), às 19h, Cheuiche lança na 66ª Feira do Livro de Porto Alegre Água – Elemento essencial da vida (Editora do Pampa, 2ª ed.). A obra será debatida com os autores dos contos: Ariane Severo, Arno Werlang, Charlie E. Schwantes, Denise Maia, Eloi Wilges, Everton A. Pires, Gilmar Delvan, James Dominot, Janine El Hawat, Karin F. Kestering, Neiva S. Silva, Pacek e Salete Maria Matje.
Na sequência, o coordenador participa da mesa A defesa da água como bem público, com Arnaldo Luiz Dutra (ex-presidente da Corsan) e Naiara Machado da Silva (Diretora Cultural da APCEF/RS). A live pode ser acompanhada pelo canal da APCEF/RS no YouTube.
Segundo o autor, a pandemia de Covid-19 alertou toda a população mundial: "Temos responsabilidade pessoal com a sobrevivência de nossa morada azul. Caso contrário, ela poderá tornar-se inabitável, como outros planetas iluminados pelo mesmo Sol, porque perderam a Água, o Ar e transformaram o Solo em um único deserto".
Realizando Oficinas de Criação Literária desde 2002, o escritor tem 86 obras editadas, mais de 600 alunos, alguns deles com justificava fama adquirida na elaboração de contos, romances e poesia. O novo curso acontece entre os meses de novembro de 2020 e novembro de 2021, finalizando com a publicação de um livro com uma coletânea de contos para ser lançado na Feira na Feira do Livro de Porto Alegre do ano que vem. Enquanto perdurar a pandemia, as aulas serão ministradas a distância, utilizando plataformas digitais, para encontro coletivo uma vez por semana, sempre nas quintas-feiras, das 18h às 20h. Passado o momento de distanciamento social, as aulas passarão a ser presenciais, uma vez por semana, também nas quintas.
Nos primeiros três meses, serão ministradas técnicas de escrita criativa de contos através dos temas Sol/Fogo, Ar/Vento, Terra e Água. Serão realizadas palestras com convidadas e convidados, primeiramente em plataformas digitais e, quando for possível de forma presencial. Informações com Ana Helena: (51) 99703-8175.
Na sexta-feira (13) da próxima semana, também às 19h e pelo mesmo endereço, ocorre outro debate online, com os autores do livro Poesia e Declamação 2020 (Editora do Pampa), coordenado por Cheuiche. A obra será debatida por seus autores: Anderson Medeiros, Berenice Longo, Bernadete Saidelles, Carlos Vieira Nogueira, Celia Zingler, Claci Bassani, Cyrce Bochi, Irineu Roque Zolin, Laura Benites, Naiara Machado da Silva, Neli Trindade, Nelson Ribas, Neusa Tolfo, Renato Fagundes e Salete Maria Mattje. Além do coordenador, havera ainda a participação de Diva Maria Fernandes, diretora cultural da APCEF/RS.
Comentários CORRIGIR TEXTO