Porto Alegre, sexta-feira, 23 de outubro de 2020.
Dia da Aviação e do Aviador.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 23 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

música

- Publicada em 12h02min, 23/10/2020.

Lirinha lança single 'O amor é um tubarão' nesta sexta-feira nas plataformas digitais

Gravação inédita foi composta para filme 'Piedade', de Cláudio Assis

Gravação inédita foi composta para filme 'Piedade', de Cláudio Assis


FLORA NEGRI/DIVULGAÇÃO/JC
O novo single do poeta e músico Lirinha, O amor é um tubarão, chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (23). Composta para a trilha do filme Piedade (2019), do diretor Cláudio Assis, a música ganhou versão inédita, interpretada e coproduzida em parceria com o guitarrista Neilton Carvalho.
O novo single do poeta e músico Lirinha, O amor é um tubarão, chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (23). Composta para a trilha do filme Piedade (2019), do diretor Cláudio Assis, a música ganhou versão inédita, interpretada e coproduzida em parceria com o guitarrista Neilton Carvalho.
"Fiz essa canção para a personagem de Fernanda Montenegro, dona de um antigo bar na beira de uma praia destruída pela ganância empresarial. E essa mãe canta com muito amor, para um filho que nunca viu, um filho que lhe foi roubado no nascimento", conta Lirinha. Em entrevista em novembro de 2019, a atriz também falou sobre a composição: "Para o filme, me preparei para uma canção linda, lin-da. Ela, a personagem, só tem uma saída: debaixo do chuveiro, cantar uma ode, uma ode modesta, primitiva, direcionada ao tubarão. Minha natureza, no filme, é me transformar numa tubaroa”. 
O amor é um tubarão fará parte do terceiro álbum solo de Lirinha, ainda sem título, com lançamento previsto para o segundo trimestre de 2021. 
José Paes de Lira, conhecido como Lirinha, começou a carreira artística aos 12 anos, como declamador de poesias em Arcoverde (PE). Em 1997, idealizou e construiu o espetáculo cênico musical Cordel do Fogo Encantado. Com o grupo, lançou Cordel do Fogo Encantado (2000), O Palhaço do Circo sem Futuro (2002), Transfiguração (2006) e Viagem ao Coração do Sol (2018). Em 2011, apresentou seu primeiro disco solo, LIRA, e, em 2015, lançou O Labirinto e o Desmantelo.
Ouça aqui a canção gravada entre julho e agosto de 2020 nos estúdios Sala das Experiências Maria Luiza (Recife) e Estúdio Navegantes (São Paulo).
Comentários CORRIGIR TEXTO