Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

literatura

- Publicada em 15h47min, 24/09/2020.

Marina Colasanti participa de encontro virtual da UCS sobre narrativa nesta quinta-feira

Bate-papo com escritora terá transmissão pelo YouTube e pelas redes sociais

Bate-papo com escritora terá transmissão pelo YouTube e pelas redes sociais


ALESSANDRA COLASANTI/DIVULGAÇÃO/JC
A escritora Marina Colasanti é convidada de um bate-papo nesta quinta-feira (24), às 19h30min, no canal do YouTube da EaD da Universidade de Caxias do Sul (UCS). O encontro, intitulado de Três vezes traídos: os contos de fadas mantêm seu poder, é promovido pela Especialização em Literatura Infantil e Juvenil da UCS. 
A escritora Marina Colasanti é convidada de um bate-papo nesta quinta-feira (24), às 19h30min, no canal do YouTube da EaD da Universidade de Caxias do Sul (UCS). O encontro, intitulado de Três vezes traídos: os contos de fadas mantêm seu poder, é promovido pela Especialização em Literatura Infantil e Juvenil da UCS. 
A atividade também será transmitida nas páginas do Instituto Quindim no Facebook, Instagram e YouTube (@institutodeleituraquindim). As inscrições são gratuitas no site da UCS.
Além da prestigiada trajetória literária, com a publicação de obras de contos, poesia, prosa e literatura infantojuvenil, a carreira de Marina se desenvolveu na tradução de livros de importantes autores, no jornalismo e nas artes plásticas. A escritora teve mais de 50 títulos, nos diferentes gêneros, publicados no Brasil e no exterior.
Também é autora de ensaios sobre literatura, o feminino, a arte, os problemas sociais e o amor. Por meio da literatura, teve a oportunidade de retomar sua atividade de artista plástica, tornando-se sua própria ilustradora. Sua obra tem sido tem de numerosas teses universitárias.
Comentários CORRIGIR TEXTO