Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

música

- Publicada em 08h05min, 16/09/2020.

Agulha.R entrevista Ana Frango Elétrico ao vivo para segundo episódio do projeto

Bate-papo com a cantora nesta quarta-feira (16) vai virar um podcast

Bate-papo com a cantora nesta quarta-feira (16) vai virar um podcast


HICK DUARTE/DIVULGAÇÃO/JC
A cantora, compositora, pintora e poeta carioca Ana Frango Elétrico concede entrevista para a jornalista Marília Feix nesta quarta-feira (16), a partir das 19h, no projeto Agulha.R. As inscrições gratuitas para participar do bate-papo devem ser feitas pelo Sympla do Agulha, para que os participantes recebam o link de acesso para a reunião na plataforma Zoom.
A cantora, compositora, pintora e poeta carioca Ana Frango Elétrico concede entrevista para a jornalista Marília Feix nesta quarta-feira (16), a partir das 19h, no projeto Agulha.R. As inscrições gratuitas para participar do bate-papo devem ser feitas pelo Sympla do Agulha, para que os participantes recebam o link de acesso para a reunião na plataforma Zoom.
O projeto Agulha.R propõe uma série de conteúdos digitais produzidos em parceria com bandas e artistas selecionados para a ocasião, pelos quais passam a contar com um espaço livre para expor suas pesquisas e narrativas, produzindo um material inédito. A ideia é contemplar os mais variados gêneros, incluindo destaques no panorama.
Cada um dos artistas selecionados participa de um bate-papo via Zoom, com a participação do público, e duas semanas depois o material editado é disponibilizado nos canais do Agulha junto com uma session exclusiva feita pela artista em sua própria casa. O áudio da entrevista vira um podcast disponibilizado no Spotify. O segundo episódio com Ana Frango Elétrico vai ao ar com a session no dia 30 de setembro.
Comentários CORRIGIR TEXTO