Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

música

- Publicada em 08h02min, 11/09/2020.

Disco coletivo produzido por Antonio Meira é lançado nas plataformas digitais

Álbum gravado durante quarentena tem faixas inspiradas na crise global do clima

Álbum gravado durante quarentena tem faixas inspiradas na crise global do clima


ÍMÃ RECORDS/DIVULGAÇÃO/JC
Entra nas plataformas digitais nesta sexta-feira (11) o disco coletivo Ursos Híbridos. O álbum foi gravado durante a quarentena com músicas inspiradas na crise global do clima. Participam Edu K (foto), Luciano Albo, Bibiana Petek, Jéf, Veco Marques, Atelier Tupi, Rodrigo Bianchini & Bohemian Folk Rock Band, Richard Powell, Márcio Tubino, Estevão Camargo e Cee.
Entra nas plataformas digitais nesta sexta-feira (11) o disco coletivo Ursos Híbridos. O álbum foi gravado durante a quarentena com músicas inspiradas na crise global do clima. Participam Edu K (foto), Luciano Albo, Bibiana Petek, Jéf, Veco Marques, Atelier Tupi, Rodrigo Bianchini & Bohemian Folk Rock Band, Richard Powell, Márcio Tubino, Estevão Camargo e Cee.
A iniciativa foi do produtor Antonio Meira, da Lado Inverso, que tem mais de 25 produções executivas de CDs e DVDs para artistas como Nei Lisboa, Vera Loca e Nenhum de Nós. O projeto foi colocado em execução no final de março, quando ele viu na quarentena uma oportunidade para desafiar vários músicos a criarem sobre um mesmo tema. Com 10 faixas, o lançamento é do selo Ímã Records.
O título do projeto é uma figura de linguagem que explora a interação de músicos em cidades e países diferentes, assim como o aquecimento global provoca o derretimento de geleiras, o consequente deslocamento de ursos polares, proporcionando o contato entre espécies diferentes, antes isoladas, E provocando o surgimento de ursos híbridos. que tiveram que hibridizar para gravar suas músicas. A metáfora associa a necessidade de conexão entre os artistas, não só pela busca providencial de uma colab, mas também pela disposição de compartilhar uma causa. De uma maneira ou de outra, nas letras aparecem temas que expressam a inquietação com as interferências ambientais no planeta.

Relação das músicas e seus autores

Edu K é um dos artistas participantes do projeto lançado pelo selo Ímã Records
Edu K é um dos artistas integrantes do projeto lançado pelo selo Ímã Records
ÍMÃ RECORDS/DIVULGAÇÃO/JC
Confinados em suas casas-estúdios, tendo que compor, tocar e gravar, os músicos tiveram como norte a consciência de que tudo se relaciona, e que a pandemia teve sua origem em uma zoonose. Em tempos de distanciamento social e quarentena, os artistas de Ursos Híbridos chamam a atenção para a necessidade cada vez mais urgente da preservação do planeta.
O tema de inspiração de cada uma das faixas foi um só: cuidar mais do mundo que nos cerca usando a música a serviço da conscientização.
Faixas
01. Luciano Albo e Bibiana Petek – Ainda temos tempo
02. Jéf – Depois de nós
03. Veco Marques – Patagônia 
04. Atelier Tupi – Sorriso da manhã
05. Rodrigo Bianchini & Bohemian Folk Rock Band – Wild Bears
06. Richard Powell – O último inverno do Ártico 
07. Márcio Tubino – Simples assim
08. Edu K – Disco Home
09. Estevão Camargo – Pé-d’água
10. Cee – Scared
Comentários CORRIGIR TEXTO