Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

estreia

- Publicada em 11h30min, 07/09/2020. Atualizada em 22h22min, 07/09/2020.

Globo exibe mais uma série com elenco filmando de casa durante quarentena

Taís Araújo e Lázaro Ramos estrelam episódio 'Linha de raciocínio' em produção 'Amor e sorte'

Taís Araújo e Lázaro Ramos estrelam episódio 'Linha de raciocínio' em produção 'Amor e sorte'


TV GLOBO/DIVULGAÇÃO/JC
A Rede Globo estreia nesta terça-feira (8), às 22h45min, mais uma série produzida e filmada durante o período de isolamento social. Criada por Jorge Furtado (roteiro) e com direção artística de Patricia Pedrosa, Amor e sorte terá quatro episódios com histórias isoladas, protagonizados pelos casais Lázaro Ramos e Taís Araújo, Emílio Dantas e Fabiula Nascimento, Caio Blat e Luisa Arraes e Fernanda Torres em companhia da mãe, Fernanda Montenegro.
A Rede Globo estreia nesta terça-feira (8), às 22h45min, mais uma série produzida e filmada durante o período de isolamento social. Criada por Jorge Furtado (roteiro) e com direção artística de Patricia Pedrosa, Amor e sorte terá quatro episódios com histórias isoladas, protagonizados pelos casais Lázaro Ramos e Taís Araújo, Emílio Dantas e Fabiula Nascimento, Caio Blat e Luisa Arraes e Fernanda Torres em companhia da mãe, Fernanda Montenegro.
Longe dos sets e das grandes equipes envolvidas com as produções, o elenco não atua somente como protagonista, mas divide com a equipe de produção diversas frentes. A produtora de arte da série, Eugenia Maakaroun, explica que a intenção era interferir o mínimo possível na decoração e disposição dos objetos da casa dos atores.
Objetos como pequenas mobílias, plantas e quadros foram enviados para as gravações, mas os próprios atores posicionavam os novos componentes do cenário. "Combinamos de levar o menor número possível de objetos. A maioria das peças vem dos Estúdios Globo, seguindo todos os cuidados de segurança e com uma paleta de cor específica para compor melhor o ambiente", avalia a produtora. Ela também trabalhou na produção de arte da série Diário de um confinado, de Joana Jabace e Bruno Mazzeo.
Cuidados já estabelecidos em uma filmagem de estúdio foram os grandes desafios da equipe ao gravar um ambiente já composto como a casa dos atores. “Outra preocupação são as marcas de cena porque, na maioria das vezes, quando estamos em estúdio, trocamos todos os objetos para peças com rótulos cenográficos. O fato de não podermos separar o material que queremos colocar em cena é muito novo. Em estúdio, colocamos o que queremos, começamos do zero. Agora, é o contrário. Você recebe uma coisa 100% e tem o desafio de conseguir colocar aquele cenário da forma adequada, do jeito que você gostaria que fosse", descreve.
No episódio Linha de raciocínio, com Lázaro Ramos e Taís Araújo, foram enviados arranjos de flores para compor ambientes que ficariam em primeiro plano. Já no episódio A beleza salvará o mundo, com Caio Blat e Luisa Arraes, foi criado um ambiente específico. "Mandei imprimir pôsteres de cinema e de teatro. Cobrimos as paredes brancas e enchemos a casa de plantas, vasos plantados, ervas. Ficou orgânico, gostoso. Está lindo", diz Eugenia.
O casal de atores Emílio Dantas e Fabiula Nascimento, protagonistas do episódio Territórios, usou o ambiente colorido já presente em casa como cenário. "O estilo da casa deles é mais urbano e artístico", conta.
A produtora de arte explica que recebeu fotos feitas por Andrucha Waddington, que dirige o episódio Lúcia e Gilda, para compor o ambiente da trama estrelada por Fernanda Torres, sua esposa, e Fernanda Montenegro. "A partir da imagem, fui propondo as ideias. Mandei móveis, luminária, orquídeas e bromélias. Mas acho que o jeito como ele montou vai me surpreender", afirma.
Comentários CORRIGIR TEXTO