Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

televisão

- Publicada em 12h45min, 03/09/2020. Atualizada em 13h11min, 03/09/2020.

History 2 estreia série sobre Velho Oeste, com produção de Leonardo DiCaprio

Dramatizações de cenas e entrevistas com especialistas compõem a produção documental

Dramatizações de cenas e entrevistas com especialistas compõem a produção documental


HISTORY 2/DIVULGAÇÃO/JC
Estreia neste sábado (5), às 22h45min, no canal History 2, a minissérie Pioneiros do Velho Oeste, com produção-executiva de Leonardo DiCaprio. Em formato de documentário, e com imagens de GoPro e drones, a obra apresenta as histórias dos pioneiros icônicos que viviam na grande fronteira, na época anterior à Guerra Civil dos Estados Unidos, enquanto avançavam por terras inexploradas.
Estreia neste sábado (5), às 22h45min, no canal History 2, a minissérie Pioneiros do Velho Oeste, com produção-executiva de Leonardo DiCaprio. Em formato de documentário, e com imagens de GoPro e drones, a obra apresenta as histórias dos pioneiros icônicos que viviam na grande fronteira, na época anterior à Guerra Civil dos Estados Unidos, enquanto avançavam por terras inexploradas.
Com representações dramatizadas de cenas, entrevistas com especialistas e historiadores, a série de quatro episódios apresenta os primeiros 75 anos dos Estados Unidos, da Revolução à Corrida do Ouro na Califórnia.
Em abril de 1775, algumas semanas antes do começo da Guerra Civil, um grupo de pioneiros lança sua própria revolução, desafiando um rei a estabelecer um assentamento permanente na fronteira.
O primeiro episódio de Pioneiros do Velho Oeste, Região selvagem, explora o início da Revolução, em que a eclosão da guerra se estende além das colônias, em um território remoto com homens da fronteira como Daniel Boone, para que lutem por suas vidas.
Comentários CORRIGIR TEXTO