Porto Alegre, sábado, 18 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 18 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

música

- Publicada em 21h38min, 09/07/2020. Alterada em 21h38min, 09/07/2020.

Graças ao drive-in, Adele gaúcha retorna ao palco em meio à pandemia

Stephanie Lii se apresenta no Drive-in Air Festival nesta sexta-feira, no estacionamento do aeroporto da Capital

Stephanie Lii se apresenta no Drive-in Air Festival nesta sexta-feira, no estacionamento do aeroporto da Capital


EDU DEFERRARI/DIVULGAÇÃO/JC
Caroline Zatt da Silva
O Drive-in Air Festival tem como grande atração desta sexta-feira (10) o espetáculo Hello Adele Tribute, em homenagem à premiada cantora inglesa. A abertura dos portões do Estacionamento 4 do aeroporto de Porto Alegre (Severo Dullius, 800) ocorre às 18h, já contando com a apresentação do DJ Lê Araújo. Às 20h, o show de abertura é com a cantora Ella, que promete embalar a noite.
O Drive-in Air Festival tem como grande atração desta sexta-feira (10) o espetáculo Hello Adele Tribute, em homenagem à premiada cantora inglesa. A abertura dos portões do Estacionamento 4 do aeroporto de Porto Alegre (Severo Dullius, 800) ocorre às 18h, já contando com a apresentação do DJ Lê Araújo. Às 20h, o show de abertura é com a cantora Ella, que promete embalar a noite.
Logo depois, às 21h30min, começa a sessão inédita em formato drive-in da superprodução em homenagem a Adele, interpretada pela gaúcha Stephanie Lii. Depois do espetáculo, por volta das 23h, DJ Lê Araújo retoma as picapes para fechar a festa. Os ingressos entre R$ 80,00 e R$ 280,00 estão à venda em www.driveinairfestival.com.br. 
Filha de mãe francesa e pai brasileiro, Stephanie interpreta de maneira fiel os jeitos e trejeitos, a voz e as canções da artista inglesa. A “Adele gaúcha”, como é carinhosamente chamada, trouxe ao palcos brasileiros e internacionais canções que marcaram a carreira da britânica, como Hello, Send my love, Rolling in the deep e Someone like you.
O show Hello Adele Tribute impressiona pelos minuciosos detalhes. O microfone e o pedestal utilizados pela intérprete em cena são idênticos aos originais. Do lenço de papel ao piano utilizado no palco, todos os detalhes são reproduzidos na execução do repertório de 17 canções.
No Brasil, além do Rio Grande do Sul, o espetáculo passou pelos estados do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Também esteve presente no exterior em Portugal, Holanda, Inglaterra, Itália e México.
Confira a entrevista com a artista franco-brasileira protagonista do concerto que já circulou o País e o mundo:
JC - Viver - Esta apresentação do dia 10 de julho em Porto Alegre será tua estreia no formato de show drive-in. Qual é a expectativa? Sem ter retorno direto de público? Muda algo na produção?
Stephanie Lii - Sim, é a primeira vez que faremos no formato drive-in e a expectativa é muito grande. Infelizmente, a troca mais próxima com o público, aquela energia, já faz um tempo que não temos. O coração está apertado. Sobre o show, adicionamos músicas, cantaremos os sucessos de Adele, além de artistas que têm ligação com ela, que fizeram parte de alguma forma de sua história. Quanto aos cuidados que o momento que vivemos demanda, estamos redobrando a atenção com músicos e equipe e adotamos e acatamos a todas as recomendações e medidas de segurança e saúde.
Viver - Onde estás passando a quarentena? Nasceste em Novo Hamburgo, mora na Capital, mas és uma cidadã do mundo: com este nome, dado por uma mãe francesa, e encarnas perfeitamente uma inglesa! Como é teu dia a dia neste período de distanciamento social em função da pandemia?
Stephanie - Estou respeitando o isolamento social. Passo a maior parte do meu tempo em casa. Saio muito pouco, somente para compromissos importantes ou para compras básicas como supermercado. Tomo o máximo de cuidado possível. Nasci em Novo Hamburgo, mas moro em Porto Alegre há pelo menos 14 anos. Esse afastamento acaba deixando a gente com o coração apertado, porque a saudade do abraço é muito grande. Mas, normalmente, o ser humano acaba aprendendo algumas coisas quando não pode tê-las, a dar valor às coisas quando não temos acesso a algo ou não podemos. E essa saudade do abraço, do carinho, do encontro com amigos é muito difícil, mas é um grande aprendizado.
Viver - Tens feito lives no Instagram e YouTube. Mas como é viver sem pisar no palco para uma plateia? 
Stephanie - Fizemos uma uma live, recentemente, pelo YouTube, e também fizemos algumas lives no Instagram, pelo perfil do próprio projeto Hello Adele Tribute, Teatro Bradesco, de São Paulo e Opus Entretenimento. Viver um pouco mais afastada dos palcos e um pouco mais distante do público são desafios bem grandes. O projeto Hello Adele Tribute faz parte de um grupo de artistas incríveis agenciados pela Opus Entretenimento. Estou constantemente em atividade tanto com o Hello Adele Tribute quanto em projetos, participações e parcerias. Tenho a sorte e o privilégio de estar perto de grandes profissionais e nomes da música brasileira, aprendendo e me doando muito.
Viver - Tua voz também viralizou no TikTok. Quais são as novas brincadeiras/hobbies da quarentena?
Stephanie - Sempre fui muito ligada a redes sociais. Aliás, troco muito com o público por meio digital e eles agradecem e gostam muito, porque eu tento, ao máximo, responder a todos. Adoro o TikTok. Brinco com minhas amigas que estamos nos formando como tiktokers em meio à quarentena (risos). Adoro a interação com o público e estou sempre atenta ao que está acontecendo e, ao mesmo tempo, sendo muito autêntica, muito eu mesma, sabe? O Instagram é o que eu mais utilizo, que sou mais ativa mesmo. Acho muito legal dividir ideias, receitas, maquiagem, coisas que agregam, que ajudam a passar o tempo de forma divertida, gerando conteúdo para as pessoas.
Viver - A Adele original vive uma nova fase agora. A mudança de visual dela implica na voz ou na performance como um todo? Teu espetáculo vai, de alguma maneira, se transformar englobando a nova fase dela?
Stephanie - Sim, pelo que acompanhei e soube, foram mudanças de hábito e estilo de vida que, dependendo de cada organismo e acompanhamento médico especializado, podem trazer uma série de benefícios para a saúde e para outros segmentos também. Torço que ela siga brilhando e, em breve, apresente novidades para nós, os fãs e admiradores do trabalho dela. O Hello Adele Tribute se baseia no DVD Live at the Royal Albert Hall. Adicionamos ao repertório, além dos grandes sucessos de Adele, também artistas que influenciaram sua carreira e trajetória. O trabalho que desenvolvemos, desde a estreia do tributo, é fundamentado na obra dela, no potencial artístico e na revolução que ela causou no mercado. É isso que nos inspira. O Hello Adele Tributo é uma homenagem e, acima de tudo, uma celebração ao talento e a qualidade dela enquanto artista. Se algo precisar de ajustes ou reformulações para tornar nosso trabalho ainda melhor, estaremos prontos e faremos, com certeza.
Comentários CORRIGIR TEXTO