Porto Alegre, quinta-feira, 26 de março de 2020.
Aniversário de Porto Alegre. Dia do Cacau.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, quinta-feira, 26 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

música

Notícia da edição impressa de 25/03/2020. Alterada em 25/03 às 03h00min

Guto Leite lança financiamento coletivo que prevê shows em 10 cidades

Projeto do músico é uma forma de planejar o ano após a pandemia de coronavírus

Projeto do músico é uma forma de planejar o ano após a pandemia de coronavírus


CATARSE PRODUÇÕES/DIVULGAÇÃO/JC
O músico, compositor e professor Guto Leite lançou um financiamento coletivo para o projeto Sem sobrenome, que prevê a realização de shows e palestras em 10 cidades do Brasil, a partir de junho. As apresentações serão gravadas e, mais tarde, devem virar um disco. A vaquinha virtual está disponível no link www.catarse.me/gutoleite.
O músico, compositor e professor Guto Leite lançou um financiamento coletivo para o projeto Sem sobrenome, que prevê a realização de shows e palestras em 10 cidades do Brasil, a partir de junho. As apresentações serão gravadas e, mais tarde, devem virar um disco. A vaquinha virtual está disponível no link www.catarse.me/gutoleite.
Entre os prêmios para os colaboradores, estão ingressos para shows, exemplares do livro Poemas lançados fora (2007), do CD Dez canções sem as quais você não poderá viver nem mais um segundo (2018) e participação em oficinas ministradas pelo artista. Para quem contribuir com valores mais altos, há a possibilidade de receber um poema ou canção exclusiva ou mesmo um pocket show na sala de casa.
Segundo o músico, a meta de R$ 30 mil será destinada para pagar o transporte e a equipe de profissionais de cada cidade visitada - na agenda estão Porto Alegre, Caxias, Uruguaiana, Curitiba, São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília e Recife. O financiamento coletivo é a forma encontrada para planejar o segundo semestre, já que este início de ano está paralisado por conta da Covid-19.