Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

música

15/01/2020 - 21h39min. Alterada em 15/01 às 21h39min

Toneco da Costa e Dudu Sperb realizam espetáculo 'Muito romântico'

Violonista e cantor integram agenda do Espaço 373 com canções de Roberto e Erasmo Carlos

Violonista e cantor integram agenda do Espaço 373 com canções de Roberto e Erasmo Carlos


CAROLINE BICOCCHI/DIVULGAÇÃO/JC
O cantor Dudu Sperb e o violonista Toneco da Costa apresentam o show Muito romântico nesta quinta-feira (16), a partir das 21h, no Espaço 373 (Comendador Coruja, 373). Os ingressos antecipados a R$ 33,00 podem ser adquiridos pelo site eventbride.com.br. Na hora, no local, as entradas custarão R$ 40,00. 
O cantor Dudu Sperb e o violonista Toneco da Costa apresentam o show Muito romântico nesta quinta-feira (16), a partir das 21h, no Espaço 373 (Comendador Coruja, 373). Os ingressos antecipados a R$ 33,00 podem ser adquiridos pelo site eventbride.com.br. Na hora, no local, as entradas custarão R$ 40,00. 
A proposta do espetáculo é ressaltar a musicalidade e a poesia de Roberto e Erasmo Carlos, revisitando momentos centrais do amplo repertório de uma das principais duplas do cancioneiro nacional. A canção que dá nome à apresentação foi composta por Caetano Veloso nos anos 1970, com os versos: "Tudo o que eu quero é um acorde perfeito maior, com todo mundo podendo brilhar num cântico".
Assim, os músicos interpretam temas que embalaram gerações e estão na memória de muitos brasileiros, mas que não são apenas do Rei e do Tremendão, como do próprio Caetano (Como 2 e 2), Carlos Imperial e Isolda. Da dupla da Jovem Guarda, estão no repertório Detalhes, Olha, Sentado à beira do caminho, E por isso estou aqui, A distância e Cachaça mecânica.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia