Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 10 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Gente

10/01/2020 - 21h31min. Alterada em 10/01 às 21h42min

Neil Peart, o virtuoso baterista do Rush, morre aos 67 anos

Neil Peart tinha câncer no cérebro e lutava contra a doença havia três anos

Neil Peart tinha câncer no cérebro e lutava contra a doença havia três anos


FACEBOOK/REPRODUÇÃO/JC
Neil Peart, o virtuoso baterista da banda canadense Rush, conhecido por estabelecer novos padrões de virtuosidade na era do rock and roll clássico, morreu aos 67 anos. Ele tinha câncer no cérebro, e vinha lutando contra a doença por três anos. A informação foi divulgada pela revista americana Rolling Stone.
Neil Peart, o virtuoso baterista da banda canadense Rush, conhecido por estabelecer novos padrões de virtuosidade na era do rock and roll clássico, morreu aos 67 anos. Ele tinha câncer no cérebro, e vinha lutando contra a doença por três anos. A informação foi divulgada pela revista americana Rolling Stone.
O músico frequentemente citava Keith Moon, o intenso baterista do The Who, como seu ídolo. Peart se juntou ao cantor e baixista Geddy Lee e ao guitarrista Alex Lifeson no Rush em 1974, e seu estilo único na bateria e suas letras complexas ajudaram a fazer do trio uma das bandas mais adoradas da era do rock and roll clássico.
Peart, um autodidata nas baquetas, foi também um escritor talentoso, com diversos livros publicados.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia